17 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TRANSPARENCIA SEGOV - 13.12 ATÉ 21.12
AGEPEN

Reestruturação de anexo garante aumento de 57% nas vagas e mais segurança à penitenciária de Corumbá

“Essa ampliação de vagas também contribuirá para reduzir a lotação da penitenciária, tornando mais efetivo e humanizado o cumprimento da pena”, destacou o secretário.

8 Dezembro 2017 - 09h53
“Essas realizações se tornam possíveis graças aos parceiros da Agepen, por isso, parabenizo a todos que contribuem, de alguma forma, com o sistema penitenciário do Estado”, agradeceu o diretor-presidente da instituição, Aud de Oliveira Chaves.
“Essas realizações se tornam possíveis graças aos parceiros da Agepen, por isso, parabenizo a todos que contribuem, de alguma forma, com o sistema penitenciário do Estado”, agradeceu o diretor-presidente da instituição, Aud de Oliveira Chaves. - Foto: João Garrogó

A ativação do anexo III do Estabelecimento Penal de Corumbá foi realizada, nesta quinta-feira (7), pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). A reestruturação do local ampliou em 57% o número de vagas do presídio e gerou uma economia de R$ 400 mil aos cofres públicos, sendo executada com recursos próprios e de parcerias, com utilização de mão de obra prisional.

A reforma foi feita pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) juntamente com o Conselho da Comunidade de Corumbá. O Poder Judiciário, Ministério Público e Receita Federal também apoiaram a iniciativa.

Além de reduzir os custos e o tempo das obras, a condução dos trabalhos contribuiu para a reinserção social dos detentos, com oferecimento de ocupação produtiva e possibilidade de profissionalização e remição da pena.

Durante a cerimônia, o secretário da Sejusp, José Carlos Barbosa, frisou que a obra pode trazer benefícios tanto para o sistema prisional quanto para a sociedade, já que possibilita o desenvolvimento de ações de reinserção social dos custodiados. “Essa ampliação de vagas também contribuirá para reduzir a lotação da penitenciária, tornando mais efetivo e humanizado o cumprimento da pena”, destacou o secretário.

O intuito das readequações feitas no anexo foi atender às necessidades de segurança do presídio. Inaugurado há três anos, o local inicialmente contava com 95 vagas e teve sua capacidade ampliada para 130. A ativação deste espaço elevou de 228 para 358 o total de vagas do estabelecimento prisional.

A estimativa é que a condução da obra gerou uma economia de cerca de R$ 400 mil para os cofres públicos, com base no valor orçado por uma empresa privada para realizar as benfeitorias, que cobraria R$ 450 mil pelos serviços. “Essas realizações se tornam possíveis graças aos parceiros da Agepen, por isso, parabenizo a todos que contribuem, de alguma forma, com o sistema penitenciário do Estado”, agradeceu o diretor-presidente da instituição, Aud de Oliveira Chaves.

De acordo com o diretor do presídio, Mauro Augusto Ferrari de Araújo, a reestruturação aumentou, consideravelmente, a segurança do local. “Foi construído um corredor de contenção para a passagem dos internos, diminuindo o contato com os agentes penitenciários e dando mais tranquilidade aos trabalhos”, afirmou.

Ainda segundo o diretor, o novo setor conta com uma estrutura que possibilita o isolamento dos detentos no pátio, durante as revistas de rotina nas celas, e contribui para melhor separação dos custodiados,  em atendimento ao que estabelece a Lei de Execução Penal.

Sala de Videoconferências

Durante a solenidade, também foram inauguradas duas salas de videoconferências judiciais, localizadas na Penitenciária Masculina de Corumbá e no Estabelecimento Penal Feminino Carlos Alberto Jonas Giordano. As ativações atenderam ao pedido da Vara de Execução Penal da comarca, que é parceira na inauguração desses setores nas duas unidades prisionais.

A implantação das salas de videoconferências foi custeada pelo Conselho da Comunidade de Corumbá, que realizou a reforma do espaço, bem como a doação de equipamentos necessários, como monitor (tela de TV) e fone de ouvido para ambos os presídios.

Na penitenciária masculina, a sala de videoaudiência ainda não iniciou o uso. Já no feminino, o local já está em funcionamento desde o dia 20 de setembro.

Também estiveram presentes na solenidade, o juiz da 1ª Vara Criminal de Corumbá, André Luiz Monteiro; os prefeitos Marcelo Iunes (Corumbá) e Carlos Anibal Ruso Pedrozo (Ladário); o comandante geral da Polícia Militar, cel. Waldir Acosta; o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo; entre outras autoridades.

 

TCE - no período de 20/11 a 24/11
SEGOV DETRAN/DESAFINADOS - 08.12 ATÉ 14.12 - PI 319 ORIGEM