24 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
REBELDES

Rebeldes sírios anunciam acordo com a Rússia para evacuar feridos de Ghouta

O acordo foi possível em negociações indiretas com intermediação das Nações Unidas, segundo um comunicado divulgado pelo grupo rebelde

12 março 2018 - 07h31
As forças governamentais realizam uma ofensiva terrestre em Ghouta Oriental desde 25 de fevereiro contra os grupos Exército do Islã e Legião da Misericórdia
As forças governamentais realizam uma ofensiva terrestre em Ghouta Oriental desde 25 de fevereiro contra os grupos Exército do Islã e Legião da Misericórdia - Foto: Exame Abril

O grupo islamita Exército do Islã anunciou nesta segunda-feira (12) um acordo com a Rússia para evacuar feridos de Ghouta Oriental, reduto opositor próximo a Damasco, e que é alvo de uma ofensiva das forças governamentais. A informação é da Agência EFE.

O acordo foi possível em negociações indiretas com intermediação das Nações Unidas, segundo um comunicado divulgado pelo grupo rebelde.

A evacuação dos feridos será realizada em rodízios e tem como objetivo tratar os pacientes fora de Ghouta Oriental, já que não pode ocorrer nesse local por causa do assédio das forças governamentais, que impede a entrada de remédios na região há seis anos.

O grupo não forneceu mais detalhes sobre o acordo, que ainda não foi confirmado por fontes oficiais do Governo de Damasco e nem das Nações Unidas.

As forças governamentais realizam uma ofensiva terrestre em Ghouta Oriental desde 25 de fevereiro contra os grupos Exército do Islã e Legião da Misericórdia.

Neste tempo, as tropas leais ao presidente sírio, Bashar al Assad, tomaram cerca de 60% da superfície da região contígua a Damasco, segundo cálculos do Observatório Sírio de Direitos Humanos.

 

SOLURB
CORTESIA SEGOV HEPATICE C