09 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saraiva de Rezende - SR Construtora
HABITAÇÃO

Prefeito e governador se reúnem para discutir próximos programas habitacionais da Capital

15 maio 2017 - 17h44
@3
@3
comper

No início da tarde desta segunda-feira (15), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, se reuniu com o governador Reinaldo Azambuja, lideranças e representantes de entidades envolvidas com a habitação para uma reunião técnica para tratar dos próximos programas habitacionais destinados a inscritos na Capital.

Durante o evento o governador Reinaldo Azambuja destacou a união de esforços em prol da viabilização do maior número possível de novas moradias de interesse social. “Essa união de esforços é o que resulta na construção de mais moradias, realizando sonhos e dando mais qualidade de vida à nossa população”, comentou.

O prefeito Marquinhos Trad também comemorou a parceria, lembrando que os programas habitacionais ficaram parados durante cinco anos na Capital. “Por essa razão, essa parceria entre município, estado e do Governo Federal é de extrema importância a fim de combater o déficit habitacional atual, de 45 mil famílias que hoje aguardam a oportunidade de ter sua casa própria”, destacou.

A diretora-presidente da Agência Estadual de Habitação (Agehab), Maria do Carmo Avesani, informou que, por intermédio de novas contratações, será possível, além de diminuir o déficit habitacional, dar condições de moradia digna para mais famílias de Campo Grande.

O diretor-presidente da EMHA, Enéas Netto, avaliou que o esforço de trazer novas unidades habitacionais para Campo Grande, em cinco meses de gestão, já começou a surtir efeito, com cumprimento dos trâmites legais exigidos pelo Programa Minha Casa Minha Vida 3 em tempo recorde: cerca de um mês.

“Trata-se de uma nova modalidade do Minha Casa Minha Vida – com a seleção de cooperativas habitacionais – o que estimula a população a ser mais participativa no processo de habitação de interesse social. E não deixamos essa oportunidade de lado, que pode resultar na entrega de mais de 1000 moradias”, declarou.

Também participaram da reunião o deputado federal Carlos Marun, o secretário de Governo de Campo Grande, Antônio Cézar Lacerda, e o diretor-presidente da Fundação Social do Trabalho (Funsat), Cleiton Freitas Franco.

Banner Whatsapp Desktop
COMPER Delivery (interna)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do veto do presidente Bolsonaro em relação ao uso obrigatório de máscaras respiratórias em locais como igrejas, comércio, escolas e presídios?

Votar
Resultados
GAL COSTA
ALMS
tj ms