19 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
- SEBRAE INSTITUCIONAL
GERAL

PF estoura laboratório do tráfico e confisca 100 mil pinos de cocaína e crack

A ação aconteceu após a PF ter recebido a informação de que um carro estaria sendo utilizado para o tráfico de drogas em uma estrada de terra, na altura do quilômetro 39 da Rodovia Dom Pedro, município de Nazaré Paulista

13 março 2018 - 17h15
Agentes federais, depois de realizarem diligências investigativas, conseguiram identificar o veículo que tinha as características informadas
Agentes federais, depois de realizarem diligências investigativas, conseguiram identificar o veículo que tinha as características informadas - Foto: Estadão

A Polícia Federal estourou na noite desta segunda-feira, 12, um laboratório de refino, mistura e acondicionamento de drogas na região de Campinas, interior de São Paulo. Um homem foi preso.

A ação aconteceu após a PF ter recebido a informação de que um carro estaria sendo utilizado para o tráfico de drogas em uma estrada de terra, na altura do quilômetro 39 da Rodovia Dom Pedro, município de Nazaré Paulista.

Agentes federais, depois de realizarem diligências investigativas, conseguiram identificar o veículo que tinha as características informadas. Durante a abordagem, os agentes constataram que o suspeito transportava, de acordo com a contabilidade dos criminosos, cem mil "pinos" embalados em sacos, prontos para a venda a varejo, todos contendo cocaína e crack.

Interrogado sobre o local onde pegou a droga que transportava, o homem apontou um sítio próximo. Na propriedade rural, que estava desocupada, foram encontrados equipamentos para refino e separação de drogas em porções.

Os agentes também encontraram produtos químicos utilizados para refinar e misturar à cocaína para aumentar o seu volume, além de tijolos de pasta-base de coca e maconha.

Todo o material foi apreendido e encontra-se em análise para pesagem líquida e identificação de todas as substâncias.

O peso bruto das drogas apreendidas, com as embalagens, chegou a 58 quilos de pinos de crack, 18 quilos de pinos de cocaína, 91 quilos em tabletes de pasta base e 6 quilos de maconha em trouxinhas.

ALMS CORTESIA
TJ MS