14 de Dezembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
ENERGISA - ATÉ O DIA 10.12
PESQUISA

Pesquisa: mais de 60% das empresas recebem notas fiscais com algum tipo de erro

Realizada com mais de 600 empresas, pesquisa da Arquivei também aponta que 14.8% tem problemas diários com notas fiscais

8 Dezembro 2017 - 10h25Da Redação
A pesquisa revela que 63,3% das empresas recebem notas fiscais de entrada com algum tipo de erro, o que pode causar problemas Contábeis e Fiscais que podem ser evitadas.
A pesquisa revela que 63,3% das empresas recebem notas fiscais de entrada com algum tipo de erro, o que pode causar problemas Contábeis e Fiscais que podem ser evitadas. - Divulgação
SEGOV CORTESIA

 Visando entender os principais problemas enfrentados pelas empresas brasileiras no que tange o recebimento e gestão de documentos e documentos fiscais, a Arquivei, que possui uma plataforma que armazena, organiza e consulta NFe, realizou uma pesquisa com mais de 600 empresas, de diversos tamanhos e segmentos. O objetivo era entender sobre uma das principais reclamações do setor fiscal: os erros tributários em notas fiscais de entrada.

A pesquisa revela que 63,3% das empresas recebem notas fiscais de entrada com algum tipo de erro, o que pode causar problemas Contábeis e Fiscais que podem ser evitadas. Por isso, ter um departamento contábil, fiscal e tributário organizado é essencial para conferir corretamente os códigos e cálculos tributários de notas fiscais, já que somente 36,7% das empresas alegam receber 100% das notas sem nenhum tipo de inconsistência em seus dados.

Além disso, existe a frequência com que essas notas chegam erradas para as empresas. 14,8% das empresas dizem ter problemas diariamente com esse tipo de problema, enquanto 33,5% afirmaram tê-los uma vez por semana, 40,9% uma vez ao mês e 10,8% pelo menos uma vez por trimestre.

As empresas devem ficar atentas com esse tipo de inconsistência nos dados de suas notas fiscais de entrada, uma vez que o problema pode ser considerado como "nota fria", gerando uma desorganização no setor fiscal e, consequentemente problemas junto ao fisco.

"Estes dados demonstram que esse tipo de problema ainda gera muita dor de cabeça para todo tipo e tamanho de empresas. Infelizmente nem todos os departamentos fiscais das empresas conseguem fazer uma gestão eficaz de seus documentos e dados fiscais e, por conta disso, algumas implicações e multas podem decorrer", pontua Christian de Cico, CEO da Arquivei.

Criada em 2014, em São Carlos, interior de São Paulo, a Arquivei, atualmente, lida com mais de 12 milhões de notas fiscais que são adicionadas mensalmente na plataforma, o que representa mais de 75 mil notas por hora, em horário comercial. A Arquivei armazena mais de 97 milhões de notas fiscais em sua plataforma, processando mais de 6% de todas as notas fiscais emitida por mês no país e conta com clientes como Riachuelo, Batavo, KraftHeinz, Grupo Boticário, Epson, entre outros.

Sobre a Arquivei

A Arquivei é uma empresa que fornece plataforma de armazenamento, organização e consulta de informações de notas fiscais. Criada em 2014, surgiu para suprir uma dificuldade das empresas na gestão mais eficiente de seus dados fiscais. Com sede em São Carlos, interior paulista, a startup também oferece um banco de dados de fácil acesso para todas as áreas da companhia.

REFIS GOVERNO PRESENTE 2 - DE 16.11 ATE 22.11
CORTESIA - CAMARA MUNICIPAL CGR