20 de agosto de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 BANNER TCE - Supremacia Lei Licitação PI 2209 (25 a 27/07 e 30 e 31/07)
GERAL

O lugar onde não tocar marchinha dá multa de R$ 1.028

Bandas ou carros de som que reproduzirem outro ritmo podem ser multados em R$ 1.028, valor que dobra na reincidência

13 fevereiro 2018 - 07h31
As queixas dos locais em relação à bagunça pode levar até ao fim do patrocínio oficial
As queixas dos locais em relação à "bagunça" pode levar até ao fim do patrocínio oficial - Foto: De Cá pra Lá

Há uma cidade no interior de São Paulo que só liberou marchinhas de carnaval para a festa. Bandas ou carros de som que reproduzirem outro ritmo podem ser multados em R$ 1.028, valor que dobra na reincidência. Bem-vindo a São Luiz do Paraitinga.

Além de ter leis "do xixi" (para quem urinar na rua) e "Boa Vizinhança" (para quem perturbar o sossego), a cidade ainda tem taxa ambiental, espécie de pedágio para limitar a entrada de veículos. As queixas dos locais em relação à "bagunça" pode levar até ao fim do patrocínio oficial. O diretor de Trânsito, Diego Reis, acredita que "para 2019, a prefeitura realize um plebiscito para que o povo decida sobre a realização ou não do carnaval.

De São José dos Campos, Gabrielle Vieira, de 22 anos, sabia que a trilha teria só marchinhas. "Não gostei, mas são as normas." Já Nathália Beltrami, de 24, que é de São Paulo, aprovou. "Venho pelas marchinhas, se quisesse funk, iria ao Rio."

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
VAZIO SANITÁRIO