16 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saraiva de Rezende - SR Construtora
GERAL

Nova vacina contra gripe em idosos é avaliada pela Anvisa

11 maio 2017 - 14h56
comper

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avalia o pedido de registro de uma nova vacina contra a gripe desenvolvida exclusivamente para idosos. De acordo com a Sanofi Pasteur, que produz o imunizante, a vacina apresentou 24,2% mais eficácia na proteção contra a gripe em comparação com a vacina contra influenza trivalente aprovada atualmente no Brasil. A nova vacina reduziu em 39,8% as pneumonias na população idosa.

O imunizante foi lançado em 2010 nos Estados Unidos e, desde então, cerca de 67 milhões de idosos foram vacinados. O possível lançamento no Brasil leva em conta o crescimento da população idosa no país, segundo o diretor geral da Sanofi Pasteur, Hubert Guarino. Ele explica que, com o envelhecimento, ocorre um declínio da função imunológica e a resposta dos anticorpos após o recebimento da vacina tradicional não é tão alta quanto poderia ser.

A nova vacina foi desenvolvida para pessoas a partir de 65 anos. A sua eficácia, quando comparada à vacina trivalente hoje disponível, apresentou superioridade de 36,4% em temporada de alta circulação do vírus H3N2, o tipo de influência com maior prevalência no ano estudado (2014). A vacina protege também contra o vírus Influenza A H1N1 e um tipo de Influenza B, de acordo com recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Anvisa informou que o registro foi solicitado pela Sanofi para a vacina influenza trivalente (fragmentada, inativada) e estão sendo apresentados os documentos preparatórios para análise do produto. A idade terapêutica proposta para o medicamento contempla indivíduos com idade igual ou superior a 65 anos.

Banner Whatsapp Desktop
FORT ATACADISTA - VUON /Vinhos (interno)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Como você pretende gastar o seu saque emergencial do FGTS?

Votar
Resultados
COMPER Delivery (interna)
Cornavirus
tj ms