18 de Janeiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner Educação
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
OCUPAÇÃO HOTELEIRA

Noite da virada do ano teve média de ocupação hoteleira de 98% no Rio

3 Janeiro 2018 - 17h34
Réveillon na Praia de Copacabana reuniu 2,4 milhões de pessoas. Festa de Ano-Novo teve 17 minutos de queima de fogos (Gabriel Monteiro/Riotur)
Réveillon na Praia de Copacabana reuniu 2,4 milhões de pessoas. Festa de Ano-Novo teve 17 minutos de queima de fogos (Gabriel Monteiro/Riotur) - Gabriel Monteiro/Riotur

A Pesquisa de Ocupação Hoteleira na capital fluminense, divulgada hoje (3) pela Associação Brasileira de Hotéis do Rio de Janeiro, revela que no período de 30 de dezembro de 2017 a 1º de janeiro deste ano a média geral de ocupação da cidade ficou em 89%.

A taxa de ocupação mais alta foi registrada nas regiões de Copacabana/Leme (93%), Flamengo/Botafogo e Ipanema/Leblon (92% cada) e Barra da Tijuca/São Conrado (87%). Na região central do Rio, as reservas em hotéis atingiram 83%.

De acordo com a sondagem, na noite da virada (de 31 de dezembro para 1º de janeiro), a ocupação média na cidade alcançou 98%, sendo que as regiões Copacabana/Leme e Flamengo/Botafogo registraram 100% cada. Na região São Conrado/Barra, a taxa foi 97%, baixando para 96% nas regiões Ipanema/Leblon e centro.

A Associação Brasileira de Hotéis do Rio de Janeiro informou que, na primeira semana de janeiro, a ocupação está em torno de 64%.

Ainda não há pesquisa elaborada para o carnaval, mas a estimativa do presidente da associação, Alfredo Lopes, é que a hotelaria vai atingir índice de ocupação próximo de 85% no período, contra 78% observado no ano passado.