16 de julho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPO GRANDE EXPO
EXPO PARAGUAI

Na Expo Paraguai, CIN leva empresários de MS para conhecerem indústrias locais

Expo Paraguai, feira realizada em Assunção, capital do Paraguai, para conhecer as indústrias brasileiras e paraguaias instaladas no país vizinho

12 julho 2018 - 11h30Da redação com informações da assessoria
O grupo integra a missão empresarial organizada pela Fiesc com apoio da Fiems e do Sebrae/MS à Feira, que começou na última segunda-feira (09/07) e segue até sexta-feira (13/07), para fomentar negócios voltados a participação de empresas brasileiras
O grupo integra a missão empresarial organizada pela Fiesc com apoio da Fiems e do Sebrae/MS à Feira, que começou na última segunda-feira (09/07) e segue até sexta-feira (13/07), para fomentar negócios voltados a participação de empresas brasileiras - Divulgação

O CIN (Centro Internacional de Negócios) do IEL levou, ontem (11/07), os empresários de Mato Grosso do Sul que participam da Expo Paraguai, feira realizada em Assunção, capital do Paraguai, para conhecer as indústrias brasileiras e paraguaias instaladas no país vizinho.

O grupo integra a missão empresarial organizada pela Fiesc com apoio da Fiems e do Sebrae/MS à Feira, que começou na última segunda-feira (09/07) e segue até sexta-feira (13/07), para fomentar negócios voltados a participação de empresas brasileiras no comércio internacional, oportunizando que empresários possam identificar e prospectar parceiros comerciais e tecnológicos e analisar o mercado internacional.

Os empresários sul-mato-grossenses conheceram a empresa Schadek, que fabrica óleo lubrificante para o setor automotivo em Santa Catarina e, desde o início deste ano, está instalada no Paraguai, e, em seguida, a missão empresarial conheceu a linha de produção da Mazzei, indústria de alimentos paraguaia que exporta para mais de sete países como China e Turquia.

Na Schadek, o grupo teve a oportunidade de observar in loco a experiência de um brasileiro que expandiu os negócios para o país vizinho e, além de observar a infraestrutura necessária para o funcionamento da empresa, puderam tirar dúvidas sobre os processos de logística, contratação de mão de obra, capacitação, entre outros.

“O principal objetivo desta visita era que os empresários que participam da nossa missão tivessem acesso e contato com um brasileiro que se instalou no Paraguai, para que ele pudesse compartilhar como foi o processo, as leis trabalhistas, ambientais, prefeitura, bombeiro, o passo a passo mesmo de como prosseguir”, afirma a gerente do CIN do IEL, Nathália Alves.

Empresário que integra a missão, Luis Renato Pedroso, diretor da Ecopneu, de Campo Grande (MS), destacou da visita a oportunidade de compartilhar experiências com um empresário bem-sucedido que atua no país vizinho. “A reunião foi muito importante porque eles foram muito claros e específicos na orientação de como abrir uma empresa no Paraguai, como é o mercado local, como funcionam os processos, desde a abertura até a venda dos produtos, então ficamos muito satisfeitos com estes esclarecimentos”, disse.

Sobre a Mazzei, a gerente do CIN ressaltou os aspectos da regulamentação sanitária praticada no Paraguai.  "Foi muito interessante porque conseguimos verificar na prática como funciona a regulamentação da fabricação de alimentos no Paraguai, e passamos a enxergar o país como plataforma para exportação global”, avaliou.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Qual sua opinião a respeito da pressão sobre os jogadores da Seleção brasileira, após a saída da Copa do Mundo 2018?

68%
31%
João Bosco e Banda
PI SENAR MS 2018 centroexcelencia full-banner 940x100px