14 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
assembleia respeito
CLIMA

Mato Grosso do Sul está em alerta para tempo seco e baixa umidade relativa do ar

Segundo especialistas, essa condição climática pode trazer riscos à saúde humana, provocando o surgimento de sintomas de doenças respiratórias, como bronquite, asma e rinite

29 maio 2020 - 10h34
ara a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice ideal da umidade relativa do ar varia entre 50% e 80%.
ara a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice ideal da umidade relativa do ar varia entre 50% e 80%. - Foto: Chico Ribeiro
comper

Mato Grosso do Sul está em alerta para baixa umidade relativa do ar, variando entre 30% e 20%, conforme aviso do Instituto Nacional de Meteorologia publicado nesta sexta-feira (29/5).  Segundo especialistas, essa condição climática pode trazer riscos à saúde humana, provocando o surgimento de sintomas de doenças respiratórias, como bronquite, asma e rinite.

Em tempo de pandemia de coronavírus, o tempo seco pode ainda aumentar as notificações de Covid-19, explicou a gerente técnica de Influenza e Vírus Respiratórios da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Lívia de Mello Almeida Maziero.

“Nessa época do ano o clima é favorável para a circulação de vírus respiratórios. As pessoas ficam mais suscetíveis às infecções e todo sintoma respiratório acaba gerando suspeitas de Covid-19. Por isso o aumento das notificações”, explica.

Com alerta válido para todo o MS, a orientação às pessoas é clara: beba bastante líquido; evite desgaste físico nas horas mais secas; e não se exponha ao sol nas horas mais quentes do dia. “Use máscara e não fique em locais fechados ou com aglomeração”, completa Lívia.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), o índice ideal da umidade relativa do ar varia entre 50% e 80%.

 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Como você pretende gastar o seu saque emergencial do FGTS?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - VUON /Vinhos (interno)
tj ms
Cornavirus