12 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - Prazos Processuais (10/08 a 13/08)
DEMISSSÃO

MS demitiu 18 mil em um ano; só indústria fechou 15,1 mil vagas

Mato Grosso do Sul teve fechamento de 18.358 postos de trabalho segundo dados do Cadastro Geral do Emprego e Desemprego.

12 novembro 2015 - 14h30Da redação com informações do Setlog MS
Entre as cidades com piores resultados e, consequentemente, demissões de setembro de 2014 a setembro deste ano, está Campo Grande, com 4.680 demissões, Três Lagoas, com 1.637 e Naviraí, com 1.451.
Entre as cidades com piores resultados e, consequentemente, demissões de setembro de 2014 a setembro deste ano, está Campo Grande, com 4.680 demissões, Três Lagoas, com 1.637 e Naviraí, com 1.451. - Ilustração
FAMASUL - SENAR

De setembro de 2014 ao mesmo mês deste ano, Mato Grosso do Sul teve fechamento de 18.358 postos de trabalho segundo dados do Caged (Cadastro Geral do Emprego e Desemprego). Entre essas demissões ocorridas em um ano, 15.176 ocorreram no setor industrial.

Os números fazem parte do levantamento Cartas de Conjuntura, elaborado pela Semade (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico), e apontam que a construção civil foi o setor que mais encerrou vagas, com 9.689 demissões nesse mesmo período.

Nesses 12 meses a agropecuária foi o segmento com melhor resultado de contratações e abriu 84 postos de trabalho. Dos 25 setores analisados, entre indústrias, comércio e serviços, 16 tiveram queda, o que aponta para 9 setores com crescimento.

Com relação a empregos com carteira assinada, os melhores resultados foram registrados em segmentos também ligados à agropecuária e a serviços. Dessa forma, de janeiro a setembro de 2015 houve criação de 2.457 no ramo da agropecuária, 806 postos de serviços médicos, odontológicos e veterinários e 788 no setor de serviços de alojamento e alimentação.

Na indústria de transformação, os subsetores que tiveram maior abertura de vagas formais de emprego foram: indústria de papel (285), indústria de borracha, fumo e couros (102) e Indústria de calçados (28).

Entre os municípios do Estado que apresentaram os melhores resultados em relação à geração de vagas de setembro de 2014 a setembro de 2015 está Chapadão do Sul, com 484 postos, São Gabriel do Oeste, com 450, e Sonora, com 380.

Entre as cidades com piores resultados e, consequentemente, demissões de setembro de 2014 a setembro deste ano, está Campo Grande, com 4.680 demissões, Três Lagoas, com 1.637 e Naviraí, com 1.451.

Segundo a Semade, as Cartas de Conjuntura utilizam dados organizados e elaborados pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), por meio do Caged, e do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), por meio da Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

Banner Whatsapp Desktop
Cornavirus
agecom - fullbanner