21 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
aguas Guariroba -  Banner - Campanha Março - Obras 2019
GESTÃO PÚBLICA

Lacen realiza por ano 168 mil exames em Mato Grosso do Sul

15 março 2019 - 13h00

Campo Grande (MS) – O Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) realiza anualmente cerca de 168 mil exames de média e alta complexidade, atendendo os 79 municípios de Mato Grosso do Sul. São realizados pelo Lacen 47 tipos de exames nas áreas de vigilância epidemiológica, sanitária, ambiental e saúde do trabalhador.

Na área de Epidemiologia e Controle de Doenças atua no diagnóstico e monitoramento dos agravos de interesse em Saúde Pública como, por exemplo, os exames para detecção de dengue que aumentaram 71% em 2019.

Para o diagnóstico da dengue, zika e da febre chikungunya, são realizados os exames de biologia molecular (PCR) e sorologia (Elisa), feitos por kits IgM, NS1 e IgG. Os resultados ficam prontos em quatro horas, dando prioridade para pacientes graves, internações e óbitos. O objetivo é dar agilidade na entrega dos resultados e detectar através do sorotipo o tipo do vírus em circulação, contribuindo com as ações de vigilância epidemiológica aumentando o controle e bloqueio na circulação do vírus.

O diretor-geral do Lacen, Luiz Henrique Ferraz Demarchi, explica que o Laboratório presta um serviço essencial para o Estado, ajudando na elucidação de casos e realizando exames mais complexos. “O Lacen é referência em Mato Grosso do Sul, realizando exames das amostras encaminhadas por todos os municípios de Mato Grosso do Sul”.

O Lacen é reconhecido como um centro de referência regional nos diagnósticos de agravos e nas análises de produtos e tem como missão prestar serviços laboratoriais à comunidade no que tange à saúde pública, visando atender com qualidade e confiabilidade no âmbito da Vigilância Epidemiológica, Sanitária, Ambiental e Saúde do Trabalhador.

O Laboratório Central de Saúde Pública possui experiência e profissionais altamente capacitados, sempre passando por capacitações do Ministério da Saúde.

O Lacen tem como competência coordenar a rede de laboratórios públicos e privados que realizam análises de interesse em saúde pública; realizar o controle de qualidade analítica da rede estadual; realizar procedimentos laboratoriais de maior complexidade para complementação de diagnóstico; promover a capacitação de recursos humanos da rede de laboratórios e disponibilizar aos gestores nacionais as informações relativas às atividades laboratoriais realizadas por intermédio do encaminhamento de relatórios periódicos, obedecendo cronograma definido.

Airton Raes- Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Fotos: Edemir Rodrigues

DENGUE
Camara.ms