11 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
maracaju dengue
SEGURANÇA

Com investimento na polícia, MS se consolida como um dos estados mais seguros para se viver

Crimes contra o patrimônio apresentaram redução significativa nos seis primeiros meses 2020

7 julho 2020 - 06h03
Em março, Mato Grosso do Sul obteve o 4º menor índice de crimes violentos
Em março, Mato Grosso do Sul obteve o 4º menor índice de crimes violentos - (Foto: Chico Ribeiro)
FAMASUL - SENAR

Inteligência, investimento e integração das polícias consolidam Mato Grosso do Sul como um dos estados mais seguros do país. Segundo dados da Segurança Pública, o primeiro semestre de 2020 registrou um saldo positivo, dos 12 tipos de crimes monitorados, o Estado vem registrando queda em nove itens analisados.

Conforme dados do Relatório do Núcleo de Estatística e Análise Criminal divulgados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) nesta terça-feira (07.07), os índices positivos colocam o Estado entre os mais seguros do Brasil.

Monitoramento em Amambai

Roubo foi o que registrou maior queda entre os números analisados, 27,3% se comparado com 2019, de 3.881 ocorrências registradas no ano passado para 2.240 ocorrências neste ano, uma diferença de 1.441 casos a menos registrados.

No caso de roubo em via urbana, o recuo chegou a 26,4% de 3.042 (2019) para 2.240 (2020) - em comparação com o ano anterior.

Os crimes contra o patrimônio ainda apresentam redução em outros três itens: 15,2% de roubo ao comércio; de 24,4% de veículos e 26,6% em residência.

Furto também apresentou redução considerável e registrou queda de 17,3%, de 18.097 casos registrados em 2019 passou para 14.963 em 2020. Em residência, por exemplo, apresentou redução expressiva com queda de 25%, de 5.302 ocorrências (2019) para 3.977 ocorrências (2020).

Para o secretário de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, o combate à criminalidade e à violência não se restringe ao trabalho de prevenção e repressão, mas também ao monitoramento constante dos resultados, às medidas de ressocialização e ao investimento de forma equilibrada entre as forças de segurança. “Os números são produto dos chamados três “is”: Inteligência, Investimento e Integração entre as forças de segurança, sistema penitenciário e outras secretarias”.

Crimes contra à vida

O Monitor da Violência – feito pelo G1, Núcleo de Estudos da Violência da USP e Fórum Brasileiro de Segurança Pública – revela que em março, último mês disponível da pesquisa, Mato Grosso do Sul obteve o 4º menor índice de crimes violentos (1,37 para cada 100 mil habitantes). A média nacional foi de 1,97 crimes violentos/100 mil habitantes.

Conforme o estudo, de Janeiro a Junho, Mato Grosso do Sul registrou a taxa de variação de 1,8% nos homicídios dolosos, se mantendo abaixo da média nacional, 1,97 crimes violentos (março/2020). Apesar dos casos de feminicídios registrados no Estado, houve redução de 15%. De 20 casos registrados no primeiro semestre de 2019 para 17 em 2020.

Outro ponto importante é quanto a redução de homicídios dolosos na faixa de fronteira 18%, de 139 casos em 2019 para 114 casos em 2020. Nos homicídios culposos no trânsito (quando não há intenção) a redução chegou 8,5% em comparação com o ano anterior.
MS registrou avanço em apenas duas frentes em números absolutos: roubo seguido de morte, com 33,3% de seis (2019) para oito (2020) e furto de veículos com 6,4%, de 1.525 (2019) para 1.623 (2020).

Banner Whatsapp Desktop
OAB

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do lockdown em Campo Grande?

Votar
Resultados
GAL COSTA
Cornavirus
agecom - fullbanner