24 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
POLÍTICA

Em Audiência Pública, João Grandão cobra investimentos na telefonia móvel rural

São mais de 75 mil famílias sem acesso à telefonia móvel em Mato Grosso do Sul, o que gera consequência bem maiores, como a falta de acesso a serviços emergências em casos de saúde

13 março 2018 - 11h45Da Redação
O encontro é resultado de uma série de reivindicações, principalmente de assentamentos que não tem acesso à comunicação.
O encontro é resultado de uma série de reivindicações, principalmente de assentamentos que não tem acesso à comunicação. - Divulgação

Em Audiência Pública sobre a telefonia na área rural, realizada na segunda-feira (12), na Assembleia Legislativa, sob a coordenação do deputado João Grandão e dos deputados federais Zeca do PT e Vander Loubet, foi apresentado caminhos para garantir o acesso à comunicação em áreas afastadas da zona urbana.  

São mais de 75 mil famílias sem acesso à telefonia móvel em Mato Grosso do Sul, o que gera consequência bem maiores, como a falta de acesso a serviços emergências em casos de saúde, destacou João Grandão: “Sem telefone não consegue chamar um atendimento médico em caso de emergência. Nosso objetivo é abrir a discussão para que as áreas rurais que estão desatendidas possam ser contempladas. Quando estamos a 30 km de Campo Grande já encontramos falta de sinal e não se consegue utilizar o celular”.

Durante a discussão foram apresentadas soluções para o problema, uma delas é para que sejam instaladas 200 torres na zona rural de Mato Grosso do Sul, um investimento de aproximadamente R$ 60 milhões que podem ser custeados com recursos do governo federal.

Ao fim da discussão, os deputados apresentaram uma proposta para que o governo faça um estudo de inclusão digital e crie um fundo para a compra de antenas de telefonia móvel a serem implantadas nas áreas rurais, assentamentos da Reforma Agrária, aldeias indígenas e comunidades quilombolas. Também foi deliberada a criação de um grupo de trabalho com atuação da Casa de Leis, Câmara dos Deputados e demais lideranças políticas para acompanhar o progresso dos investimentos no setor.

A Audiência Pública contou com a participação de municípios de Mato Grosso do Sul, representantes das operadoras telefônicas e o gerente de universalização e ampliação do acesso da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Eduardo Marques da Costa Jacomassi.

O encontro é resultado de uma série de reivindicações, principalmente de assentamentos que não tem acesso à comunicação. São os casos de Sidrolândia, Nioaque, Bandeirantes, Jaraguari Itaquiraí, Eldorado, Assentamento Itamarati, no município de Ponta Porã, entre outros municípios.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
SOLURB
CORTESIA SEGOV HEPATICE C