12 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saraiva de Rezende - SR Construtora
REGULARIZAÇÃO FUNDIÁRIA

Deputado destaca necessidade da Frente Parlamentar trabalhar em conjunto

11 maio 2017 - 08h19Da redação
Grupo reuniu-se ontem
Grupo reuniu-se ontem - Divulgação
comper

Nessa quarta-feira (10) foi realizada a primeira reunião do grupo de trabalho da Frente Parlamentar para Regularização Fundiária. "A Frente dá o primeiro passo. Passo forte e importante, e estamos motivados a buscar resultados. Para isso é necessário trabalhar em conjunto, para se obter o sucesso desejado", afirmou o coordenador da Frente Parlamentar, deputado Renato Câmara (PMDB).
 
O objetivo do grupo de trabalho é discutir, propor e acompanhar a execução de políticas públicas relacionadas a regularização fundiária no Estado. A Frente Parlamentar foi oficialmente instituída, por meio do Ato 5/2016 da Mesa Diretora da Casa de Leis.

"Estamos em um momento histórico em que se busca a resolução deste problema que é a regularização fundiária no nosso Estado. Fico feliz em perceber a disposição do Incra em ajudar neste processo. Espero contribuir para que os assentados possam receber a titularidade de sua moradia, oferecendo desta forma mais dignidade às famílias", avaliou o deputado Herculano Borges (SD), que é membro da Frente.

As entidades que fazem parte da Frente destacaram a importância da criação do grupo de trabalho. "A Assembleia Legislativa está de parabéns. Eu não tenho dúvida de que a Frente Parlamentar irá nos ajudar e muito", admitiu o diretor-presidente da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer-MS), Enelvo Iradi Felini.

Já o chefe da Divisão de Ordenamento e Estrutura Fundiária do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-MS), Cláudio Roberto Ferro Júnior, falou da relevância da Frente. "Os conflitos exitem e vão continuar existindo e com a Frente temos uma ferramenta que irá auxiliar o Incra em suas ações", assegurou o representante do órgão.

"Eu vejo com otimismo a criação da Frente Parlamentar e com a soma dos esforços iremos solucionar os problemas da situação fundiária no Mato Grosso do Sul. Temos muito trabalho e necessitamos de muito afinco para chegarmos ao nosso objetivo", ressaltou o prefeito de Itaquiraí, Ricardo Fávaro Neto, que representou a Associação dos Municípios do Mato Grosso do Sul (Assomasul).

Por fim, o representante da Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso do Sul (Anoreg - MS), Ricardo Fabrício Seganfredo, agradeceu pela instituição fazer parte do grupo. "Nós que trabalhamos com a regularização e observamos o valor do Poder Público em auxiliar neste sentido. Parabenizamos a Casa de Leis pela criação da Frente Parlamentar e faremos tudo que está ao nosso alcance para ajudar essa parcela da população que tanto necessita", garantiu o chefe do executivo municipal.

Além da posse dos membros da Frente Parlamentar, houve também a apresentação do plano de trabalho, que divide-se em seis etapas, e o debate do calentário de ações. Também são membros da Frente os deputados Beto Pereira (PSDB), Coronel David (PSC), Flavio Kayatt (PSDB), Marcio Fernandes (PMDB), Paulo Corrêa (PR) e Zé Teixeira (DEM).

Compõem ainda o grupo de trabalho, além das instituições já citadas, a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário de Mato Grosso do Sul, a Universidade Anhanguera-Uniderp,a Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul (Fetraf-MS), a Federação da Agricultura Familiar de Mato Grosso do Sul (FAF-MS) e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra de Mato Grosso do Sul (MST-MS).

E ainda a Central Única dos Trabalhadores de Mato Grosso do Sul (CUT-MS), a Cresol, a Procuradoria Geral do Estado (PGE), a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems-MS), a Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Mato Grosso do Sul (OAB-MS), Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de Mato Grosso do Sul (Crea-MS), a Defensoria Pública do Estado, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro),a Agência Estadual de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab-MS), a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE-MS) e o Ministério Público Estadual.

O deputado estadual João Grandão (PT) também participou da reunião. O próximo encontro da Frente Parlamentar está marcado para o dia 6 de junho, no Plenarinho Deputado Nelito Câmara.

Banner Whatsapp Desktop
COMPER Delivery (interna)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Como você pretende gastar o seu saque emergencial do FGTS?

Votar
Resultados
GAL COSTA
ALMS
tj ms