24 de março de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Campanhas Institucionais -  Banner - Educação Volta as Aulas
GERAL

Correção: Renova diz que liminar não altera pagamento do AFE a pescadores

11 janeiro 2019 - 16h45

A matéria publicada anteriormente continha uma incorreção no título. Segue o texto corrigido:

A Fundação Renova, que foi criada para executar a reparação dos danos provocados pelo rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG), enviou uma nota à imprensa para esclarecer que conseguiu uma decisão judicial para abater os valores pagos como Auxílio Financeiro Emergencial (AFE) das indenizações aos pescadores. Segundo a fundação, entretanto, a decisão não altera o pagamento do AFE. Os pescadores, que marcaram um ato nesta sexta-feira, 11, em Baixo Guandu e Colatina, no Espírito Santo, dizem que a mudança vai na direção contrária ao que foi acordado e afirmaram que vão recorrer.

A liminar, deferida pelo juiz Federal Mário de Paula Franco Júnior, da 12ª Vara Federal de Minas Gerais, em 27 de dezembro, permitiu que a Renova descontasse os valores, alterando cerca de 1.500 acordos firmados entre a Renova e os pescadores de Minas Gerais e Espírito Santo, vítimas do rompimento da barragem, em novembro de 2015. Questionada, entretanto, a fundação não disse se irá de fato abater ou a partir de quando isso irá acontecer.

Em nota, a fundação disse que a liminar "reconhece que o AFE possui a mesma natureza jurídica dos lucros cessantes" e destaca a autorização para abater os valores.

Ainda segundo a empresa na nota, o auxílio corresponde a "um valor imediato (indenização imediata), até que se fosse possível quantificar a situação particular de cada um". Segundo a decisão do juiz, "tanto o AFE, quanto a parcela de lucros cessantes, possuem caráter indenizatório, decorrentes do mesmo fato gerador (ou seja, perda ou comprometimento da renda dos atingidos)".

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você considera que o uso da internet em excesso esteja incentivando os jovens a cometerem suicídio?

Votar
Resultados
IPVA
Camara.ms