07 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
REPELENTE

Confira teste com 10 repelentes e saiba qual o melhor

Diferente do último teste realizado pela PROTESTE, em 2010, os resultados atuais não foram satisfatórios

13 dezembro 2015 - 16h52Da redação
Arquivo
HVM

Diferente do último teste realizado pela PROTESTE, em 2010, os resultados atuais não foram satisfatórios. Para avaliar a eficácia e segurança que os repelentes oferecem, foram testadas 10 marcas disponíveis no mercado: 5 amostras voltadas para o uso adulto/família (Exposis Extreme, Moskitoff, Super Repelex, Off!, Xô inseto!) e 5 amostras voltadas para o uso infantil (Johnson's, Off, Super Repelex, Huggies, Turma da Mônica, Xô inseto!). Dois aplicativos para smartphones também foram avaliados.

Verificamos a proteção em horas contra as espécies de mosquitos Aedes aegypti e Culex quinquefasciatus, a veracidade das informações do rótulo e se a composição dos produtos apresenta risco de causar alergias ou efeitos adversos a longo prazo.

Proteção em horas difere da realidade

Todos as marcas estão de acordo com a legislação no que diz respeito à rotulagem obrigatória de produtos cosméticos, porém, a maioria das marcas não entrega a proteção (em horas) descrita em seus rótulos. Dentre os produtos para uso familiar a marca Exposis por exemplo, teve o melhor desemprenho no teste de eficácia, protegendo por quase 3 horas contra o mosquito da dengue, apesar de estar bem distante das 10 horas prometidas no seu rótulo.

Apenas o Moskitoff apresentou resultados de acordo com o rotulado. Os produtos Off ! e Xô Inseto  também se aproximaram das horas descritas. Dentre os produtos de uso infantil, apenas o Off! Kids se aproxima do tempo de proteção prometido no rótulo. Já o “Turma da Mônica”, apresentou o pior resultado no quesito “proteção”.

Com relação aos dois aplicativos para celular testados, nenhuma atividade repelente foi observada, portanto seu uso é desaconselhado.

Pouca proteção contra mosquito da Dengue e risco de alergia

As marcas Super Repelex, Xô Inseto e Moskitoff foram eficazes contra a espécie Culex, mas não tiveram o desempenho esperado contra a espécie Aedes, ou seja, apresentam curta proteção contra a dengue.

Os produtos de uso infantil também não apresentaram bom desempenho na proteção contra o mosquito Aedes. Já com relação a outra espécie analisada, os produtos Johnson's Baby e Xô Inseto Kids foram eficazes. Apenas o produto Exposis demonstrou eficácia na proteção contra ambas as espécies de mosquito testadas (Aedes Aegypti e Culex).

Quanto a possibilidade de causarem reações alérgicas, nos produtos infantis, todas os marcas apresentam risco de reações adversas nas primeiras 24 horas. Os piores resultados ficaram com os produtos Super Repelex e Xô Inseto Kids. O Produto Turma da Mônica não pôde ter o risco da exposição (aguda e crônica) avaliado porque não traz no rótulo a concentração do ativo repelente IR3535.

De maneira geral, pode-se dizer que os produtos testados conferem proteção, porém, a maioria de curta duração. Como nenhum produto apresentou os resultados esperados, não há indicação de “Melhor do Teste” nem “Escolha Certa”.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)
agecom - fullbanner
Cornavirus