08 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
DILÚVIO

Chuvas têm deixado em alerta municípios do sul de MS

Dez prefeitos fizeram reivindicações à Secretaria de Estado de Infraestrutura e serão analisadas emergencialmente pelo Governo do Estado.

2 dezembro 2015 - 17h15DA REDAÇÃO
Participaram do encontro os representantes de Tacuru, Coronel Sapucaia, Paranhos, Juti, Iguatemi, Aral Moreira, Sete Quedas, Eldorado, Juti, Mundo Novo , os deputados estaduais Felipe Orro e Renato Câmara e o coronel da Defesa Civil de MS, Isaías Bittenco
Participaram do encontro os representantes de Tacuru, Coronel Sapucaia, Paranhos, Juti, Iguatemi, Aral Moreira, Sete Quedas, Eldorado, Juti, Mundo Novo , os deputados estaduais Felipe Orro e Renato Câmara e o coronel da Defesa Civil de MS, Isaías Bittenco - SEGOV
HVM

As intensas chuvas das últimas semanas que têm causado  prejuízos para inúmeros municípios do sul do Estado resultaram na manhã de hoje (2) em uma reunião entre o Governo, a Coordenadoria da Defesa Civil e municípios da região do Conesul. O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

De acordo com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, durante o encontro dez prefeitos realizaram reivindicações que serão analisadas emergencialmente pelo Governo do Estado. “Apesar de já estarmos mantendo e atuando com os contratos de manutenção vigentes e atendendo as emergências com a nossa equipe técnica da Agesul, a reunião serviu para termos noção de problemas mais especifícos dos municípios, que não são somente as estradas estaduais, mas também questões internas na área urbana e estradas vicinais”, explicou.

Segundo o coronel da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, Adriano Rampazzo, atualmente já foram catalogadas entre as pontes municipais: 40 destruídas e  21. Já as estaduais somam cinco, sendo três pontes estaduais destruídas e duas danificadas. “A reunião de hoje foi positiva porque cada prefeito pode falar sobre a situação de seu município, mas no geral as pontes é que foram mais afetadas pelas chuvas. Nós da Defesa frisamos as orientações que já foram dadas, com relação a documentação que os municípios devem ter para que possamos decretar o estado de emergência. Acredito que isso já aconteça amanhã. Temos que fazer isso o mais rápido possível porque a chuva deve continuar e mudar ainda mais o cenário dos municípios. O Estado vai ter que entrar com recursos e também pleitear junto ao Governo Federal um dinheiro específico para  a recuperação das pontes”, disse.
Participaram do encontro os representantes de Tacuru, Coronel Sapucaia, Paranhos, Juti, Iguatemi, Aral Moreira, Sete Quedas, Eldorado, Juti, Mundo Novo , os deputados estaduais Felipe Orro e Renato Câmara e o coronel da Defesa Civil de MS, Isaías Bittencourt.

 


 

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do lockdown em Campo Grande?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)
Cornavirus
agecom - fullbanner