21 de Outubro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
JOGOS RADICAIS - CORTESIA - ATÉ 31/10
DEPREDAÇÃO

Ainda em fase de conclusão, calçadão do bairro Estrela do Sul já está sendo depredado

Mesmo sem a finalização da obra, já é possível observar algumas depredações do que já foi feito

13 Outubro 2017 - 10h15Da redação
Um pilar fixado para impedir que veículos circulem no local já foi arrancado
Um pilar fixado para impedir que veículos circulem no local já foi arrancado - Divulgação

Das cinco quadras que fazem parte do calçadão do bairro Estrela do Sul, no prolongamento da Rua Madame Butterfly, entre as ruas Dom Carlo e Barbeiro de Sevilha, quatro foram concluídas graças ao trabalho realizado em sistema de mutirão entre alguns moradores, voluntários, empresários locais e a equipe do gabinete do vereador Dr. Lívio. As obras foram realizadas todos os fins de semana dos meses de julho e agosto.

A última quadra não foi concluída pois aguarda que a Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos) instale a rede de captação de águas pluviais no local.

Mas, mesmo sem ter sido concluída, já é possível observar algumas depredações do que já foi feito. Um pilar fixado para impedir que veículos circulem no local já foi arrancado, mudas de plantas que foram colocadas nas alamedas já foram furtadas e recentemente, um veículo tentou circular na última quadra que não tem pilares de contenção e rachou em algumas partes o calçadão.

O vereador que esteve neste feriado no local, além de ter feito essas constatações também pode ver o empenho de outros moradores, que têm feito a sua parte e colaborado, molhando a grama e cuidando do local. “Felizmente temos pessoas como o Toninho ou Oldemir que além de terem trabalhado nos mutirões, hoje são pessoas que cuidam de suas quadras”, explica.  Fazendo uma analogia com o que está acontecendo no Brasil, Dr. Lívio explica que isso tudo nada mais é que o resultado do afastamento do cidadão na política do país. “Durante muito tempo as pessoas de bem se ausentaram do processo político, do que está acontecendo ao seu redor e por isso estamos vivendo uma situação como esta. Chegou a hora do cidadão de bem ocupar o seu lugar na sociedade para construirmos um mundo melhor”.

A área, alvo de constantes reclamações dos moradores, foi destruído em 2009 durante as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que começou a instalar a rede de captação de água e esgoto, mas deixou a obra inacabada e o local acabou se tornando um depósito de lixo e mato.

“Agimos como facilitadores nesse projeto, buscando as licenças necessárias e intermediando os recursos junto aos comerciantes locais, além de termos colocado, literalmente, a mão na massa”, lembra o vereador. A contrapartida da população foi a mão-de-obra e a manutenção do local.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Nas últimas semanas, episódios artísticos foram censurados com o argumento de pedofilia envolvendo crianças, em Campo Grande e em São Paulo. Como você avalia?

Votar
Resultados
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA  - CORTESIA
SEGOV MS - CAMPANHA DOACAO DE ORGAOS