22 de janeiro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
campanha da SEGOV – IPVA 2019
AGEPEN

Agepen e Senar oferecem profissionalização a reeducandos do semiaberto de Aquidauana

17 maio 2017 - 12h13

Campo Grande (MS) – No Estabelecimento Penal de Regime Semiaberto, Aberto e Assistência ao Albergado de Aquidauana, são disponibilizados cursos para aprimorar a qualificação profissional dos internos. Esta é uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), por meio do Sindicato Rural de Aquidauana.

Iniciadas este mês, as capacitações também serão providas nos meses  junho, julho e novembro, e variam desde manutenção preventiva de tratores agrícolas até relações interpessoais. A unidade prisional possui 121 internos e, em poucos dias desta iniciativa, 13 internos já participaram de três cursos diferentes.

Para o diretor do presídio, Fábio Ferreira Amarilio, a profissionalização dos internos é positiva por ajudar em questões de disciplina, além de aprenderem um ofício. “Acreditamos que esse ano vai ter a possibilidade de qualificar 100% dos nossos internos, em várias áreas como mecanização agrícola, agricultura e educação”, afirma.

O diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves, destaca a contribuição da qualificação profissional para os reeducandos quando são reintegrados à sociedade, onde podem desenvolver as atividades na área em que foram capacitados. “É importante ressaltar que a profissionalização é de suma importância para a ressocialização dos custodiados, e também oferece uma oportunidade de aprender uma nova profissão”, frisou.

Os cursos oferecidos são manutenção preventiva de tratores agrícolas, operação e manutenção de motosserra, produção de adubos orgânicos, informática básica e relações interpessoais.  Sob coordenação da assistente social do semiaberto de Aquidauana, Fermina Garcia Escobar Batista, todo o aprendizado será acompanhado pelo gerente de produção, Roberto Valadares, e pela diretora da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC/MS), Clarice Ferreira de Lima.

Tatyane Santinoni – Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen)

Foto: Divulgação