23 de Novembro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
TCE - no período de 20/11 a 24/11
GERAL

Iagro ministra treinamentos sobre influenza aviária a avicultores de MS

Estas ações foram colocadas em prática conjuntamente com as novas regras de adequação dos aviários editadas pelo Ministério da Agricultura

14 Setembro 2017 - 13h00
Fiscal estadual agropecuário Frederico Bittencourt durante treinamento
Fiscal estadual agropecuário Frederico Bittencourt durante treinamento - Divulgação

Como forma de prevenir a influenza aviária em Mato Grosso do Sul, doença que tem trazido grande preocupação tanto para a saúde publica quanto para a economia em todo o mundo, uma série de treinamentos tem sido ministrados pela Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), seguindo um cronograma proposto ainda no inicio do ano, quando equipes do Governo do Estado, da Associação dos Avicultores de Mato Grosso do Sul (Avimasul), Governo Federal, por intermédio da Superintendência Federal da Agricultura de Mato Grosso do Sul (SFA), membros da indústria frigorífica, da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e outras instituições ligadas ao setor se uniram para traçar um plano que garantiria vigilância permanente com relação a enfermidade que já teve casos identificados no Chile e mais recentemente nas Filipinas.

Há época, a Coordenadora do Programa Nacional de Sanidade Avícola da Iagro, a médica veterinária Janine Ferra Vieira de Almeida, sugeriu um mutirão da equipe técnica, no intuito de agilizar os processos de registro de aviários ainda não cadastrados na Agência, além de palestras nos principais polos produtivos de avicultura.

Estas ações foram colocadas em prática conjuntamente com as novas regras de adequação dos aviários editadas pelo Ministério da Agricultura, e que definiram em julho um programa de gestão de risco diferenciado para estabelecimentos, incluindo a exigência de registro junto a Iagro. No mesmo mês, a empresa Seara Alimentos S/A, de Sidrolândia, recebeu da Iagro curso para 72 funcionários e produtores da integradora dos núcleos da região, sobre Influenza Aviária e Biossegurança. Também participaram do encontro a equipe corporativa da empresa, veterinários responsáveis técnicos e técnicos agrícolas que acompanham o manejo nas propriedades.

No final do mês de agosto, o corpo de profissionais das empresas BRF e JBS, além dos fiscais das unidades locais da regional dos municípios de Dourados e Naviraí, receberam treinamento ministrado pelo fiscal estadual agropecuário Frederico Bittencourt Fernandes Maia, na Unidade Regional de Dourados, contando com o apoio do regional Antônio Éder de Stefano. Na oportunidade Janine Ferra e a colega Tatiana Ichioka participaram do evento que reuniu mais de 35 profissionais.No inicio deste mês, produtores ligados a essas duas empresas receberam treinamento sobre a influenza aviária, biosseguridade e registro de estabelecimento avícola de corte comercial. O treinamento que atende 30 produtores por vez, deve ser estendido à todos os integrantes da regional de Dourados. A previsão é de que, ainda este ano, dezenas de treinamentos sejam ofertados aos produtores do setor da avicultura e aos profissionais da empresas integradoras.

Workshop em Sanidade Avícola em MS

Pensando em realizar um trabalho cada vez mais efetivo, a Iagro realizará de 16 a 20 de outubro próximo um Workshop em Sanidade Avícola, voltado aos fiscais agropecuários do Estado. No último dia acontecerá o encontro de coordenadores do PNSA de todo o País, no auditório do Crea/MS, em Campo Grande. A programação completa do evento, bem como o link para inscrições devem ser divulgados nos próximos dias.

PNSA

Mesmo sendo o Brasil o único país dentre os maiores produtores avícolas do mundo que nunca registrou Influenza Aviária em seu território, Mato Grosso do Sul aderiu ao Programa Nacional de Prevenção a Influenza Aviária e Controle e Prevenção da Doença de Newcastle em 2007, quando começou a fazer parte do Programa Nacional de Sanidade Avícola. Desde então, tem atuado intensivamente na prevenção da enfermidade com trabalho permanente das equipes de campo,  que durante as vistorias avaliam não só as condições de higiene do local, como as condições sanitárias e comportamentais das aves.

Atualmente, o Estado possui rebanho estimado em 165,3 milhões de cabeças de frango, ocupando a 8ª colocação nacional em número de abates. Em 2016, foram produzidas 401,7 mil toneladas de carne, conforme informações do SIF – Serviço de Inspeção Federal. Os municípios com maior rebanho são: Sidrolândia, Dourados, Terenos e Itaquiraí.

Kelly Ventorim – Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro)

Foto: Divulgação

CORTESIA 1 - SEGOV - PRÉ MATRICULA
Águas Guariroba - PI e Banner - Campanha Orgulho - Melhores Empresas - de 23.10 até