12 de dezembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 full banner da campanha da Dengue do Governo
DEFESA CIVIL

Acesso alternativo que irá tirar Jardim do isolamento será entregue nesta semana, diz Agesul

Ponte construída pelo governo anterior não resistiu a temporal

12 março 2018 - 12h00
Gerente regional da Agesul em Jardim, Edmilson Nogueira Escobar, explica que a chuva na semana passada atrasou a obra, mas as equipes voltaram a trabalhar
Gerente regional da Agesul em Jardim, Edmilson Nogueira Escobar, explica que a chuva na semana passada atrasou a obra, mas as equipes voltaram a trabalhar - Fotos: Agesul / Divulgação

Apesar da chuva de sexta-feira (9), o acesso alternativo à ponte de concreto do rio dos Velhos, em Jardim, será entregue até o fim desta semana, segundo a Agência Estadual de Gestão de Empreendimento (Agesul).

Gerente regional da Agesul em Jardim, Edmilson Nogueira Escobar, explica que a chuva na semana passada atrasou a obra, mas as equipes voltaram a trabalhar. “Estão todos no local. Pelo acesso já estão passando caminhonetes, mas ainda não há condição total de tráfego. Vamos entregar até quarta ou quinta-feira”, afirma.

A ponte, construída pelo governo anterior e entregue em 2014, caiu parcialmente após forte temporal e precisou ser interditada. Localizado a 234 quilômetros de Campo Grande, na região Sudoeste de Mato Grosso do Sul, Jardim tem 24 mil habitantes.

Crianças fora da escola

No fim do mês passado, a correnteza do rio deslocou um dos blocos da ponte de concreto, que foi interditada pela Prefeitura. O desvio é a única alternativa para o trânsito. Produtora de grãos e gado, a região ficou isolada.

Sem condições para transportar as crianças dos assentamentos Recanto do Miranda e Guardinha, a aproximadamente 20 quilômetros do município, as aulas precisaram ser suspensas.


Pelo acesso já passa caminhonetes, mas ainda não há condição total de tráfego

Ajuda humanitária

Em todo o Estado, mais de 65 mil pessoas foram afetadas pelas chuvas, incluindo 1.027 desalojados e 240 desabrigados, de acordo com a Defesa Civil Estadual. Dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, 23 tiveram situação de emergência reconhecida pelo Estado por conta das chuvas intensas. 

O Governo do Estado tem dado auxílio às famílias e trabalhado nas reconstruções. Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, a Defesa Civil Estadual entregou cestas básicas e mantas para atender a população prejudicada pelas chuvas em Miranda, Aquidauana e Anastácio.

 

Rubeola
TJMS – Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO