24 de Outubro de 2017 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
ESPORTE

Renato Gaúcho reconhece que derrota tirou Grêmio da disputa por título

12 Outubro 2017 - 09h05

O Grêmio está "oficialmente" fora da disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Foi o que garantiu o técnico Renato Gaúcho na noite desta quarta-feira, após a derrota para o Cruzeiro em Porto Alegre, por 1 a 0.

O resultado deixou a equipe gaúcha na quarta posição, com 46 pontos, doze atrás do líder Corinthians, que também nesta quarta superou o Coritiba por 3 a 1. E a distância entre os dois times, para Renato, ficou agora impossível de ser descontada.

"O objetivo maior do momento é conseguirmos uma vaga na Libertadores. Com a derrota e a vitória do Corinthians, fica quase impossível o título. Por isso não podemos tirar os olhos do Brasileiro, temos que buscar no mínimo uma vaga na Libertadores", avaliou o treinador.

Mas não é apenas para se garantir na próxima Libertadores que o Grêmio precisa se concentrar no Brasileiro. Renato está, também, segundo revelou, preocupado com a atual edição da competição.

A equipe, afinal, faz o primeiro jogo da semifinal no dia 25 deste mês, contra o Barcelona de Guayaquil, no Equador. "Já passei por outras situações igual a essa. Um jogo importante, um jogo decisivo no dia 25, e os jogadores ficam com a cabeça lá na frente e esquecem de disputar o Brasileiro. Aí você não coloca para jogar, o atleta perde ritmo de jogo. Você põe e ele não se expõe tanto com medo de se machucar."

Para evitar essa situação, o treinador avisou que o elenco precisa estar focado nas próximas partidas da competição nacional. "Temos o Brasileiro pela frente, três jogos, e só depois vamos pensar no Barcelona. E, se ficar pensando só no Barcelona, vai acontecer o que aconteceu hoje (quarta-feira)", completou.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Nas últimas semanas, episódios artísticos foram censurados com o argumento de pedofilia envolvendo crianças, em Campo Grande e em São Paulo. Como você avalia?

59%
40%
SEGOV MS - CAMPANHA DOACAO DE ORGAOS
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA  - CORTESIA