13 de dezembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - E-Extrator PI 3492/2018 (13/12 até 17/12)
ESPORTE

MP determina que todos os jogos da Ponte Preta tenham torcida única em 2018

14 janeiro 2018 - 12h50

O Ministério Público do Estado de São Paulo determinou, e a Ponte Preta terá que jogar todas as suas partidas nesta temporada com torcida única. O próprio clube campineiro revelou a informação, após receber um ofício da Federação Paulista de Futebol na noite da última sexta-feira.

"A Ponte Preta recebeu na noite da sexta-feira, por volta das 21 horas, ofício da Federação Paulista de Futebol na qual é informado à Ponte que, por uma exigência do Ministério Público do Estado de São Paulo, no ano de 2018 todos os jogos da Ponte - dentro e fora de casa e em qualquer competição - serão de torcida única", explicou o clube.

Trata-se de uma decisão baseada na violência da torcida ponte-pretana. Na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, torcedores invadiram o gramado do Moisés Lucarelli e impediram o término da partida diante do Vitória, que acabou rebaixando o time campineiro à Série B.

Mais recentemente, na última quinta-feira, ponte-pretanos entraram em conflito com torcedores do Botafogo-SP na cidade de Franca, onde as equipes se enfrentaram pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. O combate, com direito a barras de ferro e apedrejamento, terminou com feridos e 35 detidos.

"O MP justifica, ao longo do documento, que a medida é tomada em virtude de diversos incidentes violentos envolvendo torcidas organizadas da Ponte, entre eles a invasão de campo na partida contra o Vitória, no Brasileiro da Série A do ano passado, e o mais recente confronto em Franca, no dia da partida entre os juniores da Ponte e do Botafogo pela Copa São Paulo", comentou o clube.

Caso não ocorra alguma mudança, a Ponte Preta já não terá torcedores na quarta-feira, no duelo diante do Corinthians, no Pacaembu, pela estreia do Campeonato Paulista. A primeira partida da equipe em casa na temporada acontecerá quatro dias mais tarde, contra o Linense, também pelo Estadual.

O clube estuda a possibilidade de recorrer da decisão, mas já admitiu que não deve conseguir revertê-la. "O departamento jurídico da Ponte está avaliando a peça e até esta segunda deverá ter um posicionamento em relação a possibilidade ou não de reverter a determinação, o que dificilmente será conseguido."

TJMS – Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO
fullbanner-prestacao-contas-468x60px-cmcg-nov18