21 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
ESPORTE

Maria Lenk começa com equilíbrio nos 100m borboleta e João Gomes em 1º no peito

17 abril 2018 - 12h01

O primeiro dia de eliminatórias do Maria Lenk, o Troféu Brasil da natação, acabou ficando marcado pela liderança de João Luiz Gomes Júnior nos 100 metros peito e pelo grande equilíbrio no classificatório dos 100m borboleta. Sete nadadores cravaram tempos na casa dos 52 segundos na manhã desta terça-feira, o que indica uma final imprevisível e emocionante no evento que está sendo realizado no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio.

O melhor tempo nos 100m borboleta foi de Vinicius Lanza, do Minas, com 52s50. Mas ele foi seguido de perto por Iago Moussalem, do Pinheiros (52s64), Pedro França, também do Pinheiros (52s70), Leonardo de Deus, do Unisanta (52s77), Henrique Martins, do Minas (52s81), Guilherme Rosolen, do Pinheiros (52s90), e Kaio Marcio (52s99), do Minas.

Esse equilíbrio, porém, desapareceu na versão feminina da prova no Troféu Brasil. Com mais de um segundo de vantagem para as suas concorrentes, Daynara de Paula, do Sesi-SP, dominou as eliminatórias dos 100m borboleta ao cravar 58s50.

No classificatório masculino dos 100m peito, ninguém conseguiu romper a barreira do minuto. E o melhor classificado para a final do Troféu Brasil foi João Luiz Gomes Júnior, do Pinheiros, com 1min00s54. Ele foi seguido por Felipe França, do Unisanta, com 1min00s72, e Pedro Cardona, também do Pinheiros, com 1min00s92.

Na disputa feminina dos 100m peito, três nadadoras avançaram à final com marcas na casa do 1min08. a disputa foi liderada pela argentina Julia Sebastian, da Unisanta, com 1min08s60. A lituana Ruta Meilutyte, que compete no Maria Lenk pelo Flamengo, e Jhennifer Conceição, do Pinheiros, ficaram empatadas com 1min08s63, na segunda posição.

Na prova dos 400m livre, a melhor marca foi de Viviane Jungblut, do União (RS), com 4min14s17. Já Ana Marcela Cunha e a holandesa Sharon Van Rouwendaal, medalhistas olímpicas na maratona aquática e que participaram da prova em mar aberto do Maria Lenk no último domingo, avançaram apenas para a final B. Já na versão masculina, Fernando Scheffer, do Minas, fez o tempo mais rápido, com 3min51s31.

As finais de todas essas provas, além das disputas dos revezamentos 4x100 metros livre nos dois naipes, vão ser realizadas nesta terça-feira, a partir das 18 horas no Parque Aquático Maria Lenk.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
PMCG - CORTESIA
tj ms agosto
CORTESIA SEGOV HEPATICE C