12 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
agecom
FORMULA 1

GP de Abu Dhabi: Rosberg vence e fecha temporada 2015 em grande forma

Nico Rosberg fechou em grande estilo a temporada 2015 e já desponta como um concorrente real de Lewis Hamilton no ano que vem.

29 novembro 2015 - 12h00DA REDAÇÃO
Nico Rosberg fechou em grande estilo a temporada 2015 e já desponta como um concorrente real de Lewis Hamilton no ano que vem.
Nico Rosberg fechou em grande estilo a temporada 2015 e já desponta como um concorrente real de Lewis Hamilton no ano que vem. - Divulgação
FAMASUL - SENAR

O alemão Nico Rosberg terminou a temporada 2015 do Mundial de F1 no topo do pódio. Rosberg só ‘acordou’ depois que viu o rival Lewis Hamilton confirmar o tricampeonato mundial nos Estados Unidos e, desde então, venceu no México, no Brasil e neste domingo (29) em Abu Dhabi. Assim, o piloto da Mercedes consolida um grande fim de temporada depois de emendar também uma sequência de seis poles nas últimas seis provas. Mas é fato que o desfecho da corrida não agradou Hamilton, que foi impedido pela Mercedes de usar os pneus supermacios, mais rápidos para atacar Rosberg no fim da prova.
No fim da corrida, a Mercedes pediu a Hamilton para reduzir a potência do motor e reduzir o ímpeto no ataque contra Rosberg. Mas o britânico respondeu e peitou o time, dando de ombros para a ordem que vinha dos boxes. No fim das contas, a temporada terminou com mais um triunfo prateado, mas também com um claro clima de tensão nos bastidores, o que vai dar muito pano pra manga nas próximas semanas.
Com o triunfo deste domingo em Yas Marina, Rosberg chega a 14 vitórias na F1. A conquista faz Nico igualar verdadeiras lendas da F1, como Emerson Fittipaldi, Graham Hill e Jack Brabham. E, no fim das contas, faz o alemão terminar 2015 com moral suficiente para, ao menos no psicológico, começar mais forte a próxima temporada.

Hamilton teve de se contentar com o segundo lugar, mas independente do resultado conquistado neste domingo, consolida 2015 como o melhor ano da sua carreira, igualando feitos históricos do seu ídolo Ayrton Senna ao chegar ao tricampeonato e também à célebre vitória 41 na F1. Kimi Räikkönen fez uma corrida solitária, largou em terceiro e por lá terminou, sem conseguir ameaçar a dupla da Mercedes, mas tampouco ter sua colocação posta em risco pelos adversários.
Sebastian Vettel fez uma enorme participação. Depois de ter largado em 15º, vítima de uma falha estratégica da Ferrari na classificação, o alemão adotou uma estratégia distinta e foi muito bem-sucedido, terminando em quarto lugar e consolidando a Ferrari como segunda força do grid depois de um ano desastroso em 2014. O tetracampeão terminou à frente de Sergio Pérez. Tanto o mexicano como também sua equipe, a Force India, confirmaram em Abu Dhabi que 2015 foi a melhor temporada para ambos na história da F1. Felipe Massa terminou em oitavo lugar, enquanto Felipe Nasr cruzou a linha de chegada em 16º. Desfecho de 2015 discreto para os brasileiros.

Banner Whatsapp Desktop
agecom - fullbanner
Cornavirus