18 de novembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
FULLBANNER-DOE-ORGAOS 1260X120  campanha “DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
ESPORTE

Em treino alucinante, Bottas supera Hamilton por 3 milésimos e fecha dia na ponta

9 novembro 2018 - 16h00

Treino com cara de corrida. A segunda sessão livre de pista para o GP do Brasil de Fórmula 1, nesta sexta-feira, foi marcada pelo ritmo alucinante dos seis pilotos das três melhores equipes e pelo acidente do alemão Nico Hülkenberg, da Renault. As Mercedes dominaram e o finlandês Valtteri Bottas foi o mais rápido, com o tempo de 1min08s846, à frente três milésimos do pentacampeão Lewis Hamilton (1min08s849).

Em poucos voltas, os carros já estavam virando com o tempo de 1min09s até que Hülkenberg bateu forte na entrada da reta dos boxes, após sair de traseira e passar com a roda direita de trás na grama. O piloto nada sofreu, mas o treino ficou parado por sete minutos.

Com a sessão reiniciada, os pilotos continuaram em ritmo forte com várias alterações nas primeiras colocações. Bottas, Hamilton e o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foram os únicos a andar na casa de 1min08s.

Vettel deu 42 voltas com seu carro e se esforçou bastante, mas terminou com o terceiro tempo (1min08s919), seguido por Daniel Ricciardo (1min09s164), da Red Bull. O australiano foi punido por usar componentes novos no seu motor e vai perder cinco posições no grid de largada.

Seu companheiro de Red Bull, o holandês Max Verstappen, o mais rápido no primeiro treino livre, ficou em quinto (1min09s339), à frente do finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, que fez sua volta mais rápida em 1min09s412.

O francês Romain Grosjean obteve um bom sétimo lugar com a Haas (1min09s769), enquanto o monegasco Charles Leclerc levou a Sauber à oitava posição (1min09s943). Outro piloto da Haas, o dinamarquês Kevin Magnussen ficou com a nona colocação (1min10s007) e o francês Esteban Ocon, da Force India, terminou a sessão em décimo (1min10s159).

O espanhol Fernando Alonso, vencedor de dois títulos mundiais em Interlagos, terminou na 13ª posição (1min10s332). O piloto da McLaren vai se despedir da Fórmula 1 após o GP de Abu Dabi no dia 25.

Hamilton, pentacampeão por antecipação, soma 358 pontos, seguido por Vettel, que tem 294. A disputa pelo terceiro lugar deverá ser intensa. Raikkonen acumula 236, enquanto Bottas tem 227. O quinto é Verstappen, com 216. No Mundial de Construtores, a Mercedes está bem próxima do título, com 585 pontos. A Ferrari tem 530, enquanto a Red Bull soma 362.

Os carros voltam para a pista neste sábado, com a terceira e última sessão livre prevista para começar às 12 horas. O grid de largada será definido a partir das 15h. A corrida, no domingo, tem previsão de largada para as 15h10. O 47º GP do Brasil de Fórmula 1 terá 71 voltas.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você está animado com a transição para um Governo Bolsonaro?

Votar
Resultados