19 de outubro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPANHA SEGOV - HPV -
ESPORTE

Com time misto, Santos perde para Luverdense, mas avança na Copa do Brasil

17 maio 2018 - 20h07

Com time misto, o Santos perdeu por 2 a 1 para o Luverdense nesta quinta-feira, fora de casa, e mesmo assim garantiu vaga para as quartas de final da Copa do Brasil. A equipe alvinegra encaminhou a classificação no jogo de ida, quando goleou o adversário por 5 a 1 na Vila Belmiro.

Por conta da enorme vantagem, para o duelo em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, o técnico Jair Ventura optou por mandar a campo uma equipe quase reserva. Somente o goleiro Vanderlei e o volante Jean Mota, que são titulares, começaram em campo. O restante dos principais jogadores foram poupados para o clássico de domingo, contra o São Paulo, no estádio do Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos começou bem a partida e abriu placar com gol contra de Paulinho. Mas depois dormiu em campo. Vanderlei teve mais uma noite ruim. Depois de falhar no jogo de ida, o goleiro também vacilou no primeiro gol do Luverdense, em chute fraco e no meio do gol de Paulo Renê.

No outro, Itaqui acertou um daqueles chutes que se acerta uma vez na vida. Mas teve torcedor que achou que Vanderlei poderia ter mandado para escanteio. Nas redes sociais, santistas cobraram o goleiro. Muitos pediram para ele esquecer a convocação da Copa (ele ficou fora da lista de Tite) e voltar a focar apenas no Santos.

O Luverdense, no entanto, mostrou valentia, na base da raça conseguiu a virada no placar, mas o elenco modesto não teve força para golear o Santos, que sai com a classificação, mas com o sinal de alerta ligado.

O JOGO - O Santos deu a impressão no início que atropelaria o adversário. O time começou pressionando, sem dar espaço ao adversário. Yuri Alberto foi o primeiro a arriscar em chute de fora da área e obrigou Diogo Silva a fazer boa defesa aos oito minutos.

O Luverdense precisava correr contra o tempo em busca do milagre, mas mal conseguia passar do meio campo. Aos 15, o Santos ainda contou com a contribuição do adversário para abrir o marcador. Daniel Guedes avançou pela esquerda, rolou para o meio da área e Paulinho desviou contra o próprio gol: 1 a 0 para os visitantes.

Somente depois de ficar atrás do marcador, com 6 a 1 na soma dos dois confrontos, é que o Luverdense acordou. Talvez também tido mais facilidade de chegar ao ataque também pela falta de motivação do Santos. Aos 31 minutos, Paulinho se redimiu. Ele cruzou na medida para Paulo Renê, que bateu sem muita força e Vanderlei aceitou.

Na volta do intervalo, o volante Yuri, do Santos, passou mal antes do apito do árbitro e foi substituído foi Gabriel Calabares - segundo o departamento médico ele teve uma indisposição e também sentiu incômodo muscular. O Luverdense voltou ligado e virou a partida logo no primeiro minuto com um golaço. O veterano Itaqui cobrou falta pelo lado esquerdo, próximo ao escanteio, no ângulo oposto de Vanderlei.

O Santos inteiro parecia estar passando mal e apenas assistia ao Luverdense jogar. Lucas Braga chutou da entrada da área e Vanderlei mandou para escanteio. Na sequência, Paulo Renê chutou com perigo para fora.

O time anfitrião, no entanto, não conseguiu manter o ritmo durante toda a etapa final. Aos poucos, o Santos equilibrou a partida novamente. Mas foi o Luverdense quem balançou a rede mais uma vez. Só que desta vez o árbitro invalidou o gol.

Após cobrança de falta, Rafael Silva desviou de cabeça, Vanderlei não conseguiu segurar e, no rebote, Ariel, em posição de impedimento, marcou. O Santos foi assustar mesmo só nos últimos minutos com Vitor Bueno, que arrancou no contra-ataque, invadiu a área e chutou cruzado para boa defesa de Diogo Silva.

FICHA TÉCNICA:

LUVERDENSE 2 X 1 SANTOS

LUVERDENSE - Diogo Silva; Itaqui, André Ribeiro, Kaique e Paulinho; Moisés (Rubinho), Lorran, Diogo Sodré (Élton) e Lucas Braga; Rafael Silva e Paulo Benê (Ariel). Técnico: Luizinho Vieira.

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Jean Mota; Yuri (Gabriel Calabres), Diego Pituca e Vecchio (Vitor Bueno); Copete (Eduardo Sasha), Yuri Alberto e Arthur Gomes. Técnico: Jairo Ventura.

GOLS - Paulinho (contra), aos 15, e Paulo Renê, aos 31 minutos do primeiro tempo. Itaqui, no primeiro minuto do segundo tempo.

ÁRBITRO - Grazianni Maciel Rocha (RJ)

CARTÕES AMARELOS - Paulo Renê (Luverdense); Copete (Santos).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT).

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor de punição para quem compartilha fake news?

Votar
Resultados
FullBanner - Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO