20 de julho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
MEU PATROCÍNIO

Dinheiro compra tudo, até amor verdadeiro

E, se for para sofrer, que seja em Paris!

16 abril 2018 - 10h09Da Redação
Adultos, também queremos que o nosso parceiro nos cubra de atenções, inclusive com coisas materiais que o dinheiro pode pagar
Adultos, também queremos que o nosso parceiro nos cubra de atenções, inclusive com coisas materiais que o dinheiro pode pagar - Divulgação

A famosa frase de Nelson Rodrigues continua atual e gerando polêmica. O dinheiro pode comprar o amor? Deixando a hipocrisia de lado, a resposta será “certamente!”. Uma boa situação financeira facilita (e muito) o caminho para a felicidade. Com dinheiro, tudo fica mais simples e desprezá-lo é uma falsa virtude, é não reconhecer o seu poder de proporcionar emoções, satisfações, bons hotéis e vinho francês, como ressalta o filósofo Luiz Felipe Pondé. Você pode ter dinheiro e não ter nada disso, mas as causas da possível infelicidade serão outras, não o bolso vazio.

Desde crianças temos o desejo de nos sentir mimados. Chorávamos e implorávamos para conseguir o brinquedo que tanto queríamos. Adultos, também queremos que o nosso parceiro nos cubra de atenções, inclusive com coisas materiais que o dinheiro pode pagar. Não há como evitar o ciúme da amiga que está tendo férias maravilhosas em um lugar paradisíaco com o namorado rico. Você compara com a sua relação e percebe que está em desvantagem, e lá vem a frustração. Existem coisas que definitivamente dinheiro não compra, como caráter e honestidade, mas pode atrair o amor, gratidão, bons sentimentos, ótimas lembranças, momentos mágicos e presentes especiais, tornando o relacionamento mais divertido e agradável.

Podemos fingir indiferença, mas é uma questão de tempo para a decepção vir à tona. Ainda existe a ilusão de que somente o amor basta e é capaz de suprir todas as nossas necessidades. Se fosse uma verdade absoluta, o indíce de 57% de divórcios causados por problemas financeiros não seria uma realidade. E, com dinheiro, podemos chorar por um amor desfeito em Paris!

É preciso admitir a importância e o significado do dinheiro em uma relação. A falta dele não implicará necessariamente em fracasso, mas tornará tudo muito mais dfícil. A situação financeira é um fator que determinará o equilíbrio e o futuro de um casal. Quanto melhor e mais promissora ela estiver, mais chances de sucesso.

Em 2017, uma pesquisa de um aplicativo de investimento revelou que 68% dos entrevistados preferia revelar o seu peso, mas não divulgar o saldo da sua conta bancária. Pode parecer difícil ser honesto quanto a este tema, mas o exercício de falar a respeito gerará mais confiança entre os parceiros. As expectativas devem estar alinhadas e claras desde o início da relação. É o que acontece nos relacionamentos sugar, onde a transparência prevalece. Os desejos e ambições de cada parte envolvida são revelados antes mesmo da relação começar. É um novo conceito, uma postura mais saudável quando se considera um assunto tão delicado como o dinheiro, aquelas cédulas que também são capazes de comprar e garantir o amor!

Sobre o Meu Patrocínio

Meu Patrocínio é o primeiro e maior site de relacionamento para Sugar Babies e Sugar Daddies do Brasil. Criado em 2015, é hoje a rede social mais exclusiva e seletiva do país. Bastante comum nos Estados Unidos e alguns países da Europa, o estilo de vida Sugar reúne homens ricos e bem-sucedidos a mulheres jovens e atraentes para relacionamentos verdadeiros, sempre com transparência, acordos pré-estabelecidos, expectativas alinhadas e benefícios mútuos. Hoje, em sua base de dados, o site conta com mais de 500 mil cadastrados entre homens e mulheres.

www.meupatrocinio.com

PI SENAR MS 2018 centroexcelencia full-banner 940x100px
João Bosco e Banda