17 de dezembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Site A Critica x Sebrae - Campanha Venda mais com Whats App
ECONOMIA

Relação etanol/gasolina em SP fica em 72,86% na 1ª semana de março, diz Fipe

No IPC-Fipe da primeira quadrissemana de março - últimos 30 dias terminados no dia 7 -, o etanol teve alta de 0,90%, após 1,49%, enquanto a gasolina teve queda de 0,14% após leve elevação de 0,01% no fim de fevereiro

12 março 2018 - 12h48
O IPC-Fipe do período, por sua vez, caiu 0,42% na primeira quadrissemana de março, a mesma taxa registrada antes
O IPC-Fipe do período, por sua vez, caiu 0,42% na primeira quadrissemana de março, a mesma taxa registrada antes - Foto: Gazeta São Paulo

A relação entre os preços do etanol e os da gasolina na capital paulista ficou em 72,86% na primeira semana do mês, praticamente inalterada na comparação com o fim de fevereiro (72,85%), conforme dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Contudo, o resultado é inferior ao apurado na primeira semana de 2017, de 75,20%.

"Há treze semanas essa marca está acima de 70%. Para esta época do ano, está em nível considerado baixo", observa André Chagas, coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe, que mede a taxa de inflação na cidade de São Paulo.

O economista avalia que o nível mais baixo apurado neste início de ano em relação a outros períodos deve-se, dentre outros fatores, à demanda maior de cana e de açúcar, assim como o comportamento mais favorável dos preços da gasolina. "Foi uma ano de produção forte de cana-de-açúcar e de açúcar não só no Brasil, o que ajudou a deixar os preços bem comportados", diz.

No IPC-Fipe da primeira quadrissemana de março - últimos 30 dias terminados no dia 7 -, o etanol teve alta de 0,90%, após 1,49%, enquanto a gasolina teve queda de 0,14% após leve elevação de 0,01% no fim de fevereiro.

Com isso, o grupo Transportes no IPC-Fipe atingiu 0,14% na comparação com 0,45% no encerramento do mês passado. O IPC-Fipe do período, por sua vez, caiu 0,42% na primeira quadrissemana de março, a mesma taxa registrada antes. "Na ponta pesquisas recentes, tanto a gasolina quanto o etanol estão com queda."

Rubeola
fullbanner-prestacao-contas-468x60px-cmcg-nov18