10 de dezembro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
ECONOMIA

Projeto do Google gera investigação federal por supostos riscos à privacidade

12 novembro 2019 - 20h45

O Escritório para Direitos Civis do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos abriu uma investigação sobre o "Project Nightingale", do Google, que acumula informações de saúde detalhadas sobre milhões de pacientes. O órgão diz que buscará mais informações sobre a coleta em massa de registros médicos, afirmou seu diretor, Roger Severino, em comunicado ao Wall Street Journal.

O Journal revelou nesta semana que o Google e a Ascension, sediada em St. Louis, o segundo maior sistema de saúde do país, estão compartilhando os registros de dezenas de milhões de pacientes, em um esforço para reunir dados para questões de tratamento e administração. Os pacientes e os médicos não foram notificados. O projeto é um dos muitos que envolvem gigantes de tecnologia para alavancar o uso de inteligência artificial para melhorar o quadro dos pacientes, embora alguns especialistas advirtam para o risco de potenciais abusos para a privacidade.

Uma porta-voz do Google não quis comentar a investigação. Fonte: Dow Jones Newswires.

AGENDAMENTO JUIZADO ESPECIAL -
TJ MS Novembro