21 de outubro de 2019 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
ACORDO

Paralisação parcial dos Correios é suspensa

A decisão, segundo a empresa, foi tomada por empregados em assembleias realizadas pelo País em cumprimento a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST)

18 setembro 2019 - 07h00
De acordo com a empresa, foram tomadas medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível
De acordo com a empresa, foram tomadas medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível - Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

A paralisação parcial dos Correios foi suspensa na noite desta terça-feira, 17, a partir das 22 horas. A decisão, segundo a empresa, foi tomada por empregados em assembleias realizadas pelo País em cumprimento a uma determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

"Essa foi a condição para que os Correios aceitassem a proposta do TST de manter as cláusulas do Acordo Coletivo de Trabalho 2018/2019 até o dia 2 de outubro, data do julgamento do dissídio coletivo pelo colegiado do Tribunal", informou os Correios em nota.

De acordo com a empresa, foram tomadas medidas como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação e a realização de mutirões nos fins de semana para que o fluxo postal seja regularizado o mais rápido possível. "As ações contingenciais continuarão a ser empregadas até que as entregas sejam normalizadas", de acordo com a estatal.

Em Mato Grosso do Sul, a decisão de por um fim na paralisação foi realizada no dia 13, após os profissionais aceitarem a proposta do ministro Mauricio Godinho Delgado do TST, que propôs a suspensão da greve na audiência de conciliação entre as partes realizada em Brasília.

FULL BANNER AL MS
TCE OUTUBRO