02 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saraiva de Rezende - SR Construtora
FUNSAT

Para agilizar acesso ao mercado de trabalho, Funsat implanta o NIPS

O NIPS começa a ser executado a partir desta segunda-feira (29) onde irá orientar o trabalhador sobre a postura profissional a ser adotada no decorrer do período de experiência

29 junho 2020 - 07h35
O cadastro será atualizado e ficará no banco de dados para acompanhamento da sua situação, até que trabalhador consiga ser inserido no mercado de trabalho.
O cadastro será atualizado e ficará no banco de dados para acompanhamento da sua situação, até que trabalhador consiga ser inserido no mercado de trabalho. - ( Foto: Divulgação/ CGNotícias)

O Núcleo de Inclusão Produtiva e Social (NIPS) é um plano de ações da Fundação Social do Trabalho (Funsat)  que busca identificar os trabalhadores que enfrentam dificuldades para se inserir no mercado de trabalho, alem de fornecer orientações aos que obtiverem a carta de encaminhamento para entrevistas, bem como que eles possam reconhecer os empecilhos a ser superados durante a sua apresentação no momento da entrevista e análise curricular. O NIPS começa a ser executado a partir desta segunda-feira (29) onde irá orientar o trabalhador sobre a postura profissional a ser adotada no decorrer do período de experiência para que o candidato permaneça na empresa.

Ao adentrar na Funsat, o usuário será recepcionado e direcionado para o atendimento especializado NIPS, formado por uma equipe de assistentes sociais do trabalho. O cadastro será atualizado e ficará no banco de dados para acompanhamento da sua situação, até que trabalhador consiga ser inserido no mercado de trabalho.

Esta ação visa reduzir o desemprego no eixo de trabalhadores atendidos pelo Sine que se encontram em situação de vulnerabilidade social e estejam incluídos no grupo de diversidade sociocultural, seja nas questões de gênero, identidade sexual, raça/cor e territoriedade (imigrantes e/ou refugiados).

Tendo em conta a diversidade na composição da sociedade, esta ação imbuída de aspecto inclusivo, permitirá a criação da Rede de Parceiros do Desenvolvimento Social de Campo Grande, que será composta por empresas e entidades públicas, privadas e Organização da Sociedade Civil (OSC). Os parceiros desempenharão um papel de destaque ao viabilizarem a entrada e a permanência das pessoas de baixa renda no mercado do trabalho.