20 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
- SEBRAE INSTITUCIONAL
ECONOMIA

Países do G-7 "tiram vantagem de nós" e Canadá "pagará caro", diz Trump

12 junho 2018 - 06h13

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tratou das divergências que teve nesta semana após a reunião do G-7, durante entrevista coletiva nesta terça-feira. Segundo ele, a reunião entre nações desenvolvidas, realizada no Canadá, foi "muito boa", mas "todos aqueles países tiram vantagem dos EUA" no comércio.

O presidente americano disse que tem uma "boa relação" com o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, mas criticou o comportamento do colega, que em uma entrevista coletiva depois do G-7 disse que o Canadá "não será pressionado" pelos EUA na questão comercial. Descontente com a declaração e o tom usado por Trudeau, Trump recuou depois da reunião e disse que os EUA não mais assinariam o acordo final da cúpula, por causa das críticas posteriores. "O comportamento de Trudeau custará muito ao Canadá", afirmou hoje, durante entrevista coletiva em Cingapura.

Segundo Trump, o Canadá impõe tarifas muito altas sobre laticínios americanos e as tarifas americanas recentes à importação de aço e alumínio buscam apenas "contrabalançar um pouco" esse quadro. "Os países não podem mais tirar vantagem de nós."

Trump ainda comentou que possui uma boa relação com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e negou que houvesse um clima ruim entre as lideranças presentes no G-7, como sugeria uma foto do evento. Segundo ele, no momento registrado, todos comentavam assuntos em uma conversa amena, sem a tensão sugerida pela imagem.

ALMS CORTESIA
TJ MS