20 de novembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
campanha do Governo do Estado - coqueluche - Programa Nacional de Imunização
ECONOMIA

Orçamento proposto por Trump reduzirá gastos e gerará crescimento, diz Mnuchin

Mnuchin disse que o Orçamento proposto deve ser visto como mais um passo nas políticas de Trump para impulsionar a economia, gerar empregos e cortar regulações desnecessárias

14 fevereiro 2018 - 13h04
Segundo ele, a iniciativa irá cortar gastos e gerar mais crescimento econômico, reduzindo ainda a relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto (PIB) do país
Segundo ele, a iniciativa irá cortar gastos e gerar mais crescimento econômico, reduzindo ainda a relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto (PIB) do país - Foto: Jornal Folha de São Paulo

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, defendeu nesta quarta-feira a proposta de Orçamento para o próximo ano fiscal do governo do presidente Donald Trump. Segundo ele, a iniciativa irá cortar gastos e gerar mais crescimento econômico, reduzindo ainda a relação entre a dívida e o Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Mnuchin disse que o Orçamento proposto deve ser visto como mais um passo nas políticas de Trump para impulsionar a economia, gerar empregos e cortar regulações desnecessárias. Também afirmou que as medidas do governo garantem que as empresas americanas serão mais competitivas e encorajam a repatriação de lucros. O secretário falou durante audiência da Comissão de Finanças do Senado em Washington, na qual discutirá as propostas de Trump para o Orçamento no ano fiscal de 2019.

Membro democrata mais graduado na comissão, Ron Widen criticou duramente a proposta. Segundo ele, o Orçamento proposto implicará cortes na seguridade social e nos gastos com saúde.

Widen ainda contestou o argumento do presidente de que a proposta representará um impulso para o setor de infraestrutura. Na avaliação do senador oposicionista, haverá na verdade um corte líquido nos gastos com infraestrutura, o que significará, por exemplo, mais pedágios nas rodovias. O plano de infraestrutura do governo é "ficção sobre ficção", afirmou Widen.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor das novas exigências feitas pelo futuro governo a Cuba para manutenção dos médicos cubanos no Mais Médicos?

Votar
Resultados
Rubeola
TJMS – Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO