16 de julho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPO GRANDE EXPO
ECONOMIA

IPC-Fipe cai 0,01% na 2ª quadrissemana de abril

Por outro lado, subiram com maior intensidade ou reduziram deflação os segmentos de Transportes (de 0,11% para 0,15%), Despesas Pessoais (de -0,63% para -0,51%), Saúde (de 0,57% para 0,67%) e Educação (de 0,08% para 0,11%)

17 abril 2018 - 04h17
Na segunda prévia de abril, perderam força ou migraram para deflação os seguintes grupos de preços: Habitação (de 0,21% na primeira quadrissemana para 0,08% na segunda quadrissemana)
Na segunda prévia de abril, perderam força ou migraram para deflação os seguintes grupos de preços: Habitação (de 0,21% na primeira quadrissemana para 0,08% na segunda quadrissemana) - Foto: Brasília de Fato

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, registrou baixa marginal de 0,01% na segunda quadrissemana de abril, revertendo a ligeira alta de 0,06% observada na primeira quadrissemana deste mês, de acordo com dados publicados hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Na segunda prévia de abril, perderam força ou migraram para deflação os seguintes grupos de preços: Habitação (de 0,21% na primeira quadrissemana para 0,08% na segunda quadrissemana), Alimentação (de 0,01% para -0,17%) e Vestuário (de 0,33% para 0,22%).

Por outro lado, subiram com maior intensidade ou reduziram deflação os segmentos de Transportes (de 0,11% para 0,15%), Despesas Pessoais (de -0,63% para -0,51%), Saúde (de 0,57% para 0,67%) e Educação (de 0,08% para 0,11%).

Veja abaixo como ficaram os itens que compõem o IPC-Fipe na segunda quadrissemana de abril:

- Habitação: 0,08%

- Alimentação: -0,17%

- Transportes: 0,15%

- Despesas Pessoais: -0,51%

- Saúde: 0,67%

- Vestuário: 0,22%

- Educação: 0,11%

- Índice Geral: -0,01%

PI SENAR MS 2018 centroexcelencia full-banner 940x100px
João Bosco e Banda