05 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Conquistas PMCG
RETOMADA DE NEGÓCIOS

Frigorífico em Paranaíba começa a funcionar e deve gerar 100 empregos

Com média de abate de 100 cabeças diárias, o frigorífico está localizado na planta fabril do Matadouro Municipal, desativado desde 2013

14 janeiro 2016 - 11h12DA REDAÇÃO COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA
Divulgação
HVM

Com a abertura de 35 empregos diretos e a possibilidade de contar outras 65 novas vagas de trabalho nos próximos meses, entrou em funcionamento nesta terça (12 de janeiro) em Paranaíba o Frigorífico Terra do Boi. 

Com média de abate de 100 cabeças diárias, o frigorífico está localizado na planta fabril do Matadouro Municipal, desativado desde 2013. De acordo com o prefeito de Paranaíba, Diogo Tita, a unidade contou com incentivos municipais com o compromisso de gerar até 100 empregos para a cidade. 

A licença municipal de operação foi emitida em novembro do ano passado. Na ocasião a Secretaria de Meio Ambiente de Paranaíba realizou vistoria técnica e aprovou os sistemas de tratamento industrial, de tratamento de fluídos e de resíduos sólidos. 

O frigorífico Terra do Boi já possui plantas de abate de animais nas cidades de Auriflama (SP), Caçu (GO) e Doverlândia (GO). 

Crescimento do setor 

A abertura do frigorífico Terra do Boi soma mais empregos ao setor de processamento de carnes, que retomou o crescimento  com o início das operações do frigorífico Total, que assumiu as instalações do antigo Marfrig, que demitiu mais de 500 funcionários. 

Com incentivos do Governo do Estado, o Total gera atualmente cerca de 200 empregos, com estimativa de chegar a 600 quando em pleno funcionamento. A capacidade de abate é de 600 animais de grande porte por dia. 

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck, foram realizadas negociações para a reabertura do frigorífico na região. “A unidade em Paranaíba retomou suas atividades após negociações com o Governo do Estado, que vem trabalhando para fortalecer o setor produtivo, atraindo mais indústrias por meio de uma política de incentivos fiscais e promovendo a geração de empregos”. 

Os frigoríficos atenderão a alta demanda de carnes tanto do mercado consumidor da região como as exportações, que também retomaram o processo de crescimento.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você vai fazer compras de Dia dos Pais neste ano?

Votar
Resultados
FORT ATACADISTA - Auxilio Emergencial  (interno)
Cornavirus
agecom - fullbanner