17 de Fevereiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPANHA Águas Guariroba - Banner - Campanha Águas Faz Mais - JAN
ECONOMIA

França quer pagar dívidas antes de altas nos juros, diz ministro das Finanças

Le Maire afirmou que qualquer receita tributária acima da expectativa em 2018 deve ser destinada a pagar dívidas, não a gastos públicos extras

15 Fevereiro 2018 - 10h02
A França poderia ainda adotar medidas para cortar mais seu endividamento, disse ele, sem dar detalhes
A França poderia ainda adotar medidas para cortar mais seu endividamento, disse ele, sem dar detalhes - Foto: SteelGuru

O ministro das Finanças da França, Bruno Le Maire, afirmou nesta quinta-feira que o país redobrará seus esforços para pagar sua dívida, já que os juros devem subir até o fim deste ano. Com um endividamento equivalente a quase 10% da produção econômica anual, a França está "exposta" ao risco de uma elevação nos juros, disse Le Maire.

Cada ponto extra nos juros custa aos contribuintes franceses 3 bilhões de euros, informou o ministro. "A dívida é um veneno para a economia francesa", disse ele em conferência no Ministério das Finanças em Paris.

Le Maire afirmou que qualquer receita tributária acima da expectativa em 2018 deve ser destinada a pagar dívidas, não a gastos públicos extras. A França poderia ainda adotar medidas para cortar mais seu endividamento, disse ele, sem dar detalhes.

A dívida da França era equivalente a 98,1% do Produto Interno Bruto (PIB) no fim do terceiro trimestre, segundo os dados oficiais mais recentes. Em sua apresentação orçamentária no fim de setembro, o governo disse esperar que ela se estabilize em 96,8% do PIB em 2018. 

TJ MS - CORTESIA
SEGOV CORTESIA