19 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
- SEBRAE INSTITUCIONAL
ECONOMIA

Dólar perde força com exterior, após abrir em leve alta reagindo à S&P

Às 9h24 desta sexta, o dólar à vista estava em alta de 0,02%, aos R$ 3,2167

12 janeiro 2018 - 08h51
Na mínima, recuou aos R$ 3,2142 e, na máxima, subiu aos R$ 3,2217, após a abertura, ante fechamento de quinta aos R$ 3,2156
Na mínima, recuou aos R$ 3,2142 e, na máxima, subiu aos R$ 3,2217, após a abertura, ante fechamento de quinta aos R$ 3,2156 - Divulgação

O dólar já perdeu força e chegou a cair pontualmente na manhã desta sexta-feira, 12, pressionado pelo exterior. Nos primeiros negócios, a moeda americana subiu moderadamente, reagindo ao rebaixamento, na quinta-feira, 11, do rating soberano do País de BB para BB-, com perspectiva estável, pela agência de classificação de risco S&P Global.

Ajustes leves ante o real já eram esperados em razão do downgrade do País, tendo em vista que o dólar está mais fraco nesta sexta no exterior e o rebaixamento do País já vinha sendo cogitado desde meados de dezembro, em razão da deterioração fiscal das contas do governo Michel Temer e após o adiamento da reforma da Previdência, disse um operador de corretora de câmbio.

Às 9h24 desta sexta, o dólar à vista estava em alta de 0,02%, aos R$ 3,2167. Na mínima, recuou aos R$ 3,2142 e, na máxima, subiu aos R$ 3,2217, após a abertura, ante fechamento de quinta aos R$ 3,2156. Já o dólar futuro de fevereiro estava estável neste mesmo horário, em R$ 3,2235. Na mínima, ficou em R$ 3,2210 e na máxima, aos R$ 3,2295, ante fechamento na véspera aos R$ 3,2235.

TJ MS
ALMS CORTESIA