20 de Fevereiro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
FETEMS
ECONOMIA

Ata: projeção para IPCA/18 no cenário de mercado está em 4,2%, como no comunicado

As projeções do cenário de mercado levam em conta taxas de juros e câmbio variáveis, apuradas pela pesquisa Focus do BC

15 Fevereiro 2018 - 07h28
O Relatório de Mercado Focus indicou nesta quarta que a estimativa para 2018 no mercado financeiro é de elevação de 4,80% dos administrados. Para 2019, a expectativa está em 4,45%
O Relatório de Mercado Focus indicou nesta quarta que a estimativa para 2018 no mercado financeiro é de elevação de 4,80% dos administrados. Para 2019, a expectativa está em 4,45% - Foto: Política Monetária

A ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, divulgada na manhã desta quinta-feira, 15, indicou que a projeção para o IPCA de 2018 no cenário de mercado está em 4,2%. A projeção para 2019 também é de 4,2%.

Estes são os mesmos valores citados no comunicado que acompanhou a decisão do colegiado, na semana passada, quando a Selic (a taxa básica de juros) foi cortada em 0,25 ponto porcentual, de 7,00% para 6,75% ao ano. Foi a 11ª redução consecutiva da taxa, para o menor patamar da história. No Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado em dezembro, as projeções também estavam em 4,2% para 2018 e 2019.

As projeções do cenário de mercado levam em conta taxas de juros e câmbio variáveis, apuradas pela pesquisa Focus do BC. Nos últimos meses, a instituição tem dado maior ênfase justamente às projeções do cenário de mercado. Na visão do BC, o cenário de referência, que utiliza juros e câmbio fixos, teria perdido relevância. Na ata divulgada nesta quinta, assim como nas anteriores, o BC não informou as projeções do cenário de referência.

No caso do cenário de mercado, as projeções indicam que o BC caminha para o cumprimento da meta de inflação em 2018. Isso porque o centro da meta para este ano é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (inflação entre 3,0% e 6,0%). No caso de 2019, a meta é de 4,25%, com margem de 1,5 ponto (taxa de 2,75% a 5,75%).

No Relatório de Mercado Focus publicado nesta quarta-feira, 14, as instituições financeiras projetaram inflação de 3,84% em 2018 e 4,25% em 2019.

Na semana passada, ao reduzir a Selic em 0,25 ponto porcentual, para 6,75% ao ano, o BC indicou a intenção de, na reunião de março, caso o cenário evolua como esperado, interromper o processo de cortes da taxa básica. No entanto, caso haja mudanças na evolução no cenário básico e no balanço de riscos, pode ocorrer um corte adicional no próximo encontro do Copom.

Preços administrados

O Banco Central revisou suas projeções para a alta dos preços administrados em 2018 e 2019 na ata agora divulgada. Para este ano, o índice calculado passou de 4,9% para 4,8%. No caso do próximo ano, o porcentual foi de 4,3% para 4,1%. As estimativas anteriores constavam no Relatório RTI divulgado em dezembro.

O Relatório de Mercado Focus indicou nesta quarta que a estimativa para 2018 no mercado financeiro é de elevação de 4,80% dos administrados. Para 2019, a expectativa está em 4,45%.

As projeções para os preços administrados ajudaram a formar a base para que o colegiado cortasse na semana passada a Selic.

TJ MS - CORTESIA
SEGOV CORTESIA