20 de junho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
banner TCE. Sustentabilidade dias 21, 22, 25, 26 e 27/06 conforme pi 1808/2018
ECONOMIA

Aneel aprova reajuste tarifário da CPFL Santa Cruz

13 março 2018 - 10h13

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou o reajuste tarifário da CPFL Santa Cruz. A nova empresa é resultado do agrupamento de cinco concessionárias de distribuição do gripo CPFL, feito no fim do ano passado para reduzir custos e elevar a eficiência das empresas. Porém, cada uma das antigas concessionárias continua com um índice próprio até 2021.

O reajuste médio será de 21,15% para a CPFL Jaguari; para a CPFL Mococa o aumento será de 3,40%; para a CPFL Leste Paulista, de 7,03%; para a CPFL Sul Paulista a elevação será de 7,50%; e para a CPFL Santa Cruz o aumento será de 5,32%.

Consumidores conectados à alta tensão da CPFL Jaguari terão alta de 23,59%; na CPFL Mococa haverá redução de 1,81%; para a CPFL Leste Paulista a alta será de 8,39%; para a CPFL Sul Paulista a elevação será de 14,94%; e para a CPFL Santa Cruz, aumento de 5,72%.

Consumidores conectados à baixa tensão terão alta de 17,60% na CPFL Jaguari; de 5,39% na CPFL Mococa; de 6,48% na CPFL Leste Paulista; de 4,04% na CPFL Sul Paulista; e de 5,14% na CPFL Santa Cruz.

De acordo com o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, a tarifa das empresas, em conjunto, está no patamar de R$ 448,00 por megawatt-hora (MWh). Segundo ele, no ranking das tarifas do consumidor residencial, esse nível é considerado relativamente baixo comparativamente a outras empresas.

As novas tarifas vigoram a partir do dia 22 de março. A CPFL Santa Cruz atende a 444 mil unidades consumidoras em 39 municípios no interior de São Paulo, três no Paraná e três em Minas Gerais.

O processo de unificação das empresas será gradual. Ao longo do tempo, o processo levará uma única tarifa para a nova empresa. A data final para isso ocorrer é 2021, durante a revisão tarifária periódica.

TJ MS
ALMS CORTESIA