19 de agosto de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 BANNER TCE - Supremacia Lei Licitação PI 2209 (25 a 27/07 e 30 e 31/07)
ECONOMIA

Alberto Goldman diz que grande número de tucanos ainda está 'vacilando'

Ele destacou que a decisão de outros partidos sobre o assunto não será fator "decisivo" para o PSDB.

6 dezembro 2017 - 14h34
Tem pessoas (no partido) que já têm posição absolutamente firmada contra, outras têm (posição) absolutamente firmada a favor, e outros têm, um grande número, talvez, até a maioria, ainda vacilando, não tendo certeza, não tendo convicção total da necessid
"Tem pessoas (no partido) que já têm posição absolutamente firmada contra, outras têm (posição) absolutamente firmada a favor, e outros têm, um grande número, talvez, até a maioria, ainda vacilando, não tendo certeza, não tendo convicção total da necessid - Foto: George Gianni / PSDB

O presidente interino do PSDB, Alberto Goldman, disse nesta quarta-feira (6) que um "grande número de tucanos, talvez até a maioria" da bancada ainda está "vacilando" sobre a reforma da Previdência. Goldman reforçou que a legenda vai esperar a definição do texto final e a data da votação no plenário da Câmara para deliberar sobre o fechamento de questão. Ele destacou que a decisão de outros partidos sobre o assunto não será fator "decisivo" para o PSDB.

"Tem pessoas (no partido) que já têm posição absolutamente firmada contra, outras têm (posição) absolutamente firmada a favor, e outros têm, um grande número, talvez, até a maioria, ainda vacilando, não tendo certeza, não tendo convicção total da necessidade das mudanças", afirmou durante coletiva de imprensa.

A declaração foi dada após reunião esvaziada da Executiva nacional do partido, em Brasília, com a participação do secretário de Previdência, Marcelo Caetano, e do relator da reforma na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA). No encontro de hoje, estiveram presentes apenas 11 dos 46 deputados e quatro dos 11 senadores do partido. O líder da Câmara, Ricardo Trípoli (SP), se ausentou com a justificativa de que participaria de uma reunião de líderes na Casa no mesmo horário. O ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, também participou da reunião.

Em entrevista a jornalistas, o presidente interino do PSDB foi questionado sobre o que falta para a sigla decidir se fechará questão em torno da reforma da Previdência. "Nós não temos ainda um texto final, nós não temos ainda a data marcada para a votação. Estava previsto que seria esta semana, que seria hoje (nesta quarta), depois foi adiado para a semana seguinte. Nós não temos nenhuma confirmação de que essa votação se dará na semana seguinte. O próprio presidente (Michel Temer) está avaliando isso junto com todas as bancadas."

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
VAZIO SANITÁRIO