18 de julho de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPO GRANDE EXPO
VARIEDADES

Personalidades assinam carta pública em defesa de Asia Argento

13 julho 2018 - 10h21

Uma carta aberta publicada no jornal Los Angeles Times pediu que as ameaças e acusações contra a atriz Asia Argento, namorada do chef Anthony Bourdain quando este cometeu suicídio, cessassem. Mais de 40 pessoas assinaram o documento, incluindo o ator e vítima de abuso Terry Crews.

A carta, publicada na quinta-feira, 12, afirma que a atriz "encontra-se recebendo calúnias cruéis e cyberbullying de trolls da internet que a responsabilizam pela morte de Anthony".

O chef, crítico gastronômico e apresentador tinha 61 anos quando foi encontrado no quarto de hotel em que estava hospedado, em Kaysersberg, no nordeste da França.

De acordo com o texto, Asia está sendo acusada por internautas de usar a morte do namorado e o movimento #MeToo - ela foi uma das atrizes que vieram a público para denunciar o assédio do produtor Harvey Weinstein - para crescer na carreira.

Os ataques se intensificaram depois que, dias após a morte de Bourdain, fotos de Asia com outro homem vieram a público, sugerindo que ela havia traído o namorado ou que eles haviam rompido o relacionamento - o que teria levado o chef ao seu limite em um estado emocional já fragilizado pela depressão.

Amiga de Asia, a atriz Rose McGowan, no entanto, refutou as acusações e afirmou que o casal vivia um relacionamento aberto e era avesso às regras tradicionais. Rose também consta como uma das atrizes que assinaram a carta.

"Estamos aqui para pedir que quem esteja com raiva e sofrendo com a perda de Anthony procure uma forma saudável de lidar com a dor", continuou a carta. "Asia é uma sobrevivente, assim como nós, e sua fama e imagem de força não a tornam menos vulnerável. Asia não é uma manchete - ela é um ser humano, e está em uma dor horrível."

Além de Crews, a carta tem a assinatura de personalidades como as atrizes Natasha Henstridge, Rosanna Arquette e Mira Sorvino; e a repórter da Fox Lauren Sivan, que também denunciou o produtor Harvey Weinstein por sua conduta imprópria.

Ao final, há ainda um pedido para que as pessoas apoiem vítimas de abuso sexual. "Nós imploramos que vocês sejam bondosos uns com os outros, que acreditem em sobreviventes, que os defendam, os encorajem, os apoiem e simpatizem com eles. Pedimos que vocês permaneçam conosco assim como permanecemos com Asia."

PI SENAR MS 2018 centroexcelencia full-banner 940x100px
João Bosco e Banda