10 de dezembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
 Campanha AFTOSA - Novembro do Cliente Governo do Estado.
CULTURA

Funesp começa a receber doações para Memorial Esportivo Belmar Fidalgo

De acordo com a historiadora, Maria Madalena Dib Nereb Greco, do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, a expectativa é que haja continuidade

13 março 2018 - 07h38
Para expor o Memorial Esportivo, a Praça Belmar Fidalgo receberá obras de manutenção que serão realizadas pelo convênio firmado em dezembro do ano passado entre as empresas Plaenge e Sicredi
Para expor o Memorial Esportivo, a Praça Belmar Fidalgo receberá obras de manutenção que serão realizadas pelo convênio firmado em dezembro do ano passado entre as empresas Plaenge e Sicredi - Foto: Prefeitura Municipal de Campo Grande

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esporte, começa nesta terça-feira (13) a receber doações para Memorial Esportivo Belmar Fidalgo. Os critérios para pessoas físicas e jurídicas doarem seus acervos pessoais ao Memorial Esportivo Belmar Fidalgo, como forma de resgatar a história do primeiro estádio de Campo Grande, foram publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (12).

Nesta primeira fase, os interessados poderão doar periódicos, imagens e objetos datados de 1933 a 1987, e específicos do futebol. Toda doação será feita na sede da Fundação Municipal de Esportes (Funesp), onde, em conjunto com o grupo de trabalho composto por membros da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), o Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul (IHGMS), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a Federação de Futebol de MS (FFMS), Instituto de Ensino Superior da Fundação Lowtons de Educação e Cultura (Funlec); entre outros parceiros, irão receber, catalogar e expor o material doado na Praça Belmar Fidalgo.

“O objetivo é a preservação da história esportiva do Município e divulgação desta aos cidadãos campo-grandenses, fomentando a pesquisa sobre os fatos históricos de Campo Grande”, disse o diretor-presidente da Funesp, Rodrigo Terra, que pede auxílio da população para montar o acervo. “Contamos com o apoio da sociedade para doações de fotos, livros, camisetas entre outros itens, e todas as peças serão disponibilizadas utilizando recursos físicos, tecnológicos e audiovisuais”.

De acordo com a historiadora, Maria Madalena Dib Nereb Greco, do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul, a expectativa é que haja continuidade. “É uma ótima iniciativa, espero que tenha sempre assunto para que o memorial nunca morra, e que espero que ele se retroalimente. A nova geração tem que ver que temos uma história dentro do esporte”, afirmou.

Para expor o Memorial Esportivo, a Praça Belmar Fidalgo receberá obras de manutenção que serão realizadas pelo convênio firmado em dezembro do ano passado entre as empresas Plaenge e Sicredi.

TJMS – Campanha do TJMS – SEMANA NACIONAL DA RECONCILIAÇÃO
Rubeola