11 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
BANNER TCE - Prazos Processuais (10/08 a 13/08)
CARNAVAL

Em 2016, carnaval de MS recebe 32% a mais de recursos

Azambuja assinou convênios que repassaram R$ 721,5 mil às diversas ligas de escolas de samba, blocos e cordões carnavalescos.

12 janeiro 2016 - 07h39Da redação
Governador Reinaldo Azambuja assina repasse de verba para o Carnaval, ao lado de secretário de Cultura, Athayde Neri
Governador Reinaldo Azambuja assina repasse de verba para o Carnaval, ao lado de secretário de Cultura, Athayde Neri - Divulgação
FAMASUL - SENAR

O Carnaval de rua está mantido em Mato Grosso do Sul. Durante solenidade ontem (11) na governadoria, em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja assinou convênios que repassaram R$ 721,5 mil às diversas ligas de escolas de samba, blocos e cordões carnavalescos das cidades de Corumbá, Ladário, Aquidauana, Anastácio e Fátima do Sul, além da Capital. O repasse foi 32% maior do que o praticado em 2015, quando o Carnaval recebeu R$ 545 mil do Governo do Estado.

“Não podemos deixar que as dificuldades tirem o brilho daquilo que é cultura brasileira”, disse o governador ao comentar sobre o cenário econômico do País 2016. “O Carnaval é tradição em todo o País e é oportunidade de entretenimento, diversão e confraternização para todos os moradores do Estado”, completou.

A maior parte dos recursos (R$ 302,5mil) foi destinada aos municípios de Corumbá e Ladário, região reconhecida por promover o carnaval mais tradicional de Mato Grosso do Sul. Desse total, R$ 198 mil foi repassado à Liga Independente das Escolas de Samba de Corumbá (Liesco); R$ 55 mil para Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Liblocc); e R$ 49,5 mil para a Liga Independente das Escolas de Samba, Cordões e Blocos Carnavalescos de Ladário (Liesbla).

Para a Liga Independente das Escolas de Samba de Aquidauana e Anastácio foi garantido o repasse de R$ 55 mil. Fátima do Sul receberá do Governo do Estado repasse no valor de R$ 70 mil. O “Fátima Folia”, que chega a sua 11ª edição e é considerada a maior festa de carnaval da região, terá pela primeira vez o aporte financeiro do Estado, graças à regulamentação dos blocos carnavalescos do município.

Capital

As entidades carnavalescas de Campo Grande receberam o aporte financeiro do Estado no valor total de R$ 294 mil; R$ 250 para as escolas de samba, por meio da Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande (Lienca); e R$ 44 mil para a Associação dos Blocos, Bandas, Cordões e Corso Carnavalesco e Cultural.

Durante a solenidade de repasse, o secretário de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação, Athayde Nery, destacou a importância do evento para o povo brasileiro e falou sobre a manutenção do carnaval. “Esse repasse é um alento para as escolas de samba e blocos de rua”, disse. Representando todas as entidades carnavalescas, o presidente da Lienca, Eduardo de Souza Neto, agradeceu o apoio do Estado falando em confiança e respeito. “O governador respeitou nossos esforços e faremos por merecer esses recursos”, disse, lembrando que a festa movimenta todo o setor econômico dos municípios.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do lockdown em Campo Grande?

Votar
Resultados
OAB
agecom - fullbanner
Cornavirus