21 de setembro de 2018 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
HVM - INCORPORACOES
VARIEDADES

Denúncias colocam em xeque participação de Gal Gadot em novo 'Mulher-Maravilha'

14 novembro 2017 - 18h25

Segundo informações do site Page Six, Gal Gadot, protagonista de Mulher-Maravilha, não quer fazer outro filme com a Warner Bros até que a empresa pare de ter qualquer tipo de relação com Brett Ratner e a produtora dele, a RatPac-Dune Entertainment. Gadot teria tomado essa decisão após artistas como Olivia Munn (The Newsroom), Natasha Henstridge (As Espiãs) e Ellen Page acusarem Ratner de assédio sexual.

Ainda de acordo com o Page Six, a RatPac-Dune Entertainment participou da produção de Mulher-Maravilha, como parte de um acordo financeiro com a Warner Bros. O filme arrecadou mais de US$ 400 milhões ao redor do mundo, lucro que beneficiou a empresa de Ratner. Um funcionário da Warner Bros afirmou ao veículo que a atriz não vai voltar a interpretar a heroína caso não haja mudanças.

Em outubro, após as acusações de assédio explodirem em Hollywood, Gadot fez um post em sua conta oficial no Instagram com a seguinte mensagem: "Eu estou com todas as corajosas mulheres que enfrentaram seus medos e estão falando. Estamos juntas nesses tempos de mudança", disse ela.

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você já tem seus candidatos para as eleições de 2018?

Votar
Resultados
CORTESIA SEGOV HEPATICE C
tj ms agosto