02 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
CAMPANHA SEBRAE
AO VIVO Acompanhe a transmissão do jornal GIRO ESTADUAL DE NOTÍCIAS
Transmitido simultaneamente para as emissoras do Grupo Feitosa de Comunicação
CINEMA BRASILEIRO

Com apoio da Ancine, filmes brasileiros participam de festivais internacionais

14 maio 2017 - 16h55

A Agência Nacional do Cinema (Ancine) está apoiando a participação de 11 filmes brasileiros que participam de quatro festivais internacionais que ocorrem neste mês de maio. O principal deles é o Festival de Cannes, na França, que vai de 17 a 28 de maio, tendo em sua programação de mostras paralelas três produções brasileiras.

Os outros são o festival IndieLisboa, que vai até o próximo domingo (14) na capital portuguesa, o 63º Festival Internacional de Curtas-Metragens de Oberhausen, na Alemanha, que será aberto amanhã (11) e vai até o dia 16, e o Cine Politico, de 25 a 31 de maio em Buenos Aires, Argentina. Para todas as obras, o apoio vem do Programa de Apoio à Participação Brasileira em Festivais, Laboratórios e Workshops Internacionais, que concede auxílios que podem abranger a confecção de cópia legendada, envio de cópia e o apoio financeiro, sendo que as produções podem receber uma ou duas dessas três formas de apoio.

No IndieLisboa, a produção apoiada pela Ancine é o curta Os Cuidados que se Tem com o Cuidado que os Outros Devem ter Consigo Mesmos, de Gustavo Vinagre, que aparece na mostra Silvestre do evento. No Festival de Oberhausen, tiveram o apoio da agência três curtas que participam da competição principal do evento: Elogio da Sombra, de Joel Pizzini Filho; Um Musical, de Tarcísio Lara Puiati; e Vai e Vem, de Louise Botkay.

O Festival de Cannes traz em sua programação de mostras paralelas outras três produções brasileiras, com apoio do programa da Ancine. O longa Gabriel e a Montanha, de Fellipe Barbosa, concorre aos prêmios da Semana da Crítica, enquanto o curta de Gabriel Martins, Nada, participa da Quinzena dos Realizadores. Na mostra Cinefondation, a participação brasileira fica por conta do curta Vazio do Lado de Fora, de Eduardo Brandão Pinto.

Por fim, o festival Cine Político, na capital argentina, tem três obras brasileiras com o apoio da Ancine: Olympia 2016, de Rodrigo Mac Niven e O Outro Lado do Paraíso, de André Ristum concorrem na competição internacional de longas-metragens, e Cartas do Desterro, de Coraci Ruiz e Julio Matos, disputa a competição internacional de curtas-metragens.