07 de julho de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Saraiva de Rezende - SR Construtora
VARIEDADES

Cirque du Soleil entra em programa de auxílio econômico para evitar falência

Companhia fechou cerca de 44 espetáculos pelo mundo e demitiu 95% de seus funcionários, desde o início da pandemia

29 junho 2020 - 14h23
Artistas no ensaio de 'Quidam', do Cirque du Soleil, em 2014
Artistas no ensaio de 'Quidam', do Cirque du Soleil, em 2014 - (Foto: REUTERS/Luke MacGregor)
comper

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, o Cirque du Soleil sofre perdas e impacto econômico em seus espetáculos e turnês pelo mundo. Nesta segunda, 29, a companhia entrou em um programa de recuperação judicial no Canadá, com o objetivo de evitar a falência e se proteger de seus credores.

Com sede em Montreal, a produtora se encaixou em um programa voltado ao auxílio de empresas que têm dívidas acima de US$ 5 milhões.

No pedido, o Cirque cita seus espetáculos cancelados pelo mundo. Desde o início da pandemia, a companhia demitiu cerca de 95% de seus funcionários em março, incluindo 1,3 milhão, em Las Vegas. Pelo mundo, 44 espetáculos foram cancelados.

O pedido de recuperação cita os diversos espetáculos cancelados pelo mundo por causa da pandemia no novo coronavírus. A companhia recebeu US$ 200 milhões do Canadá, como auxílio.

COMPER Delivery (interna)

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do veto do presidente Bolsonaro em relação ao uso obrigatório de máscaras respiratórias em locais como igrejas, comércio, escolas e presídios?

Votar
Resultados
GAL COSTA