11 de agosto de 2020 Grupo Feitosa de Comunicação
(67) 99974-5440
(67) 3317-7890
Banner Senar MS - Paisagens Rurais (10/08 a 20/08)
CORONAVÍRUS

Após atuação do MPF, Hospital Universitário de Dourados coloca mais leitos de UTI em operação

Hospital se comprometeu ainda a treinar todos os médicos da unidade para prestar atendimento emergencial na UTI

2 julho 2020 - 08h25
No total, o HU passa a contar com 19 leitos de UTI, sendo 14 destinados ao atendimento de pacientes diagnosticados com covid-19
No total, o HU passa a contar com 19 leitos de UTI, sendo 14 destinados ao atendimento de pacientes diagnosticados com covid-19 - Foto: Reprodução
FAMASUL - SENAR

Após reunião com o Ministério Público Federal (MPF), o Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) colocou em operação imediata cinco novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ainda, se comprometeu a oferecer treinamento a todos os médicos do hospital para que tenham condições mínimas de prestar serviços, de forma temporária e emergencial, na condição de plantonistas de (UTI). Capacitar esses profissionais é imperativo para que novos equipamentos de UTI sejam colocados em funcionamento na unidade hospitalar.

No total, o HU passa a contar com 19 leitos de UTI, sendo 14 destinados ao atendimento de pacientes diagnosticados com covid-19 e cinco destinados ao atendimento de pacientes com outras doenças. Após a realização do treinamento, o hospital poderá envidar esforços para dar início à utilização de novos equipamentos, oriundos da Secretaria Estadual de Saúde e de doação proveniente da empresa JBS. O HU ressalta que, além do treinamento dos profissionais de saúde, outros fatores ainda precisam ser considerados antes do efetivo funcionamento dos equipamentos doados, como adequações técnicas.

A reunião foi realizada na terça-feira, 30 de junho, na sede do MPF em Dourados (MS). Pelo MPF, participou o procurador da República Luiz Eduardo de Souza Smaniotto, responsável pelo inquérito civil instaurado no mês de março para investigar as medidas adotadas pelo HU/UFGD para diagnóstico, isolamento, acompanhamento e tratamento de eventuais pacientes infectados pelo coronavírus. Representando o HU, participaram 11 profissionais da saúde, sendo 10 médicos e uma enfermeira; uma advogada e o superintendente, Luiz Augusto Freire Lopes.

Banner Whatsapp Desktop
GAL COSTA

Últimas Notícias

ver todas as notícias

Enquete

Você é a favor do lockdown em Campo Grande?

Votar
Resultados
OAB
Cornavirus
agecom - fullbanner