Grupo Feitosa de Comunicação
 Redação: +55 (67) 3317-7890
Sexta, 23 de Junho de 2017 | Desde 1980
SEGOV EMPREGO
AUTOMÓVEIS | Quinta, 18 de Maio de 2017 - 17:15

Modo de dirigir pode melhorar em até 25% a economia do combustível

Estudos realizados pelos engenheiros da marca mostram que o estilo de direção pode influenciar em até 25% o consumo e o nível de emissões de um veículo
Por: Da Redação
A direção agressiva, com excesso de velocidade, acelerações e frenagens bruscas, pode aumentar significativamente o gasto de combustível
A direção agressiva, com excesso de velocidade, acelerações e frenagens bruscas, pode aumentar significativamente o gasto de combustível / Divulgação

A Ford tem desenvolvido várias inovações nos veículos no Brasil para torná-los cada vez mais eficientes no consumo total de energia, incluindo tecnologias avançadas de motores, pneus “verdes”, recursos inteligentes de direção e segurança e o primeiro modelo híbrido do mercado. São veículos modernos e atuais que ajudam o motorista na condução, embora o rendimento do veículo possa melhorar sensivelmente com o comportamento e hábitos ao volante.

Estudos realizados pelos engenheiros da marca mostram que o estilo de direção pode influenciar em até 25% o consumo e o nível de emissões de um veículo. Por isso, reuniram as seguintes orientações para quem quer dirigir de forma mais econômica e sustentável.

Dirija suavemente – A direção agressiva, com excesso de velocidade, acelerações e frenagens bruscas, pode aumentar significativamente o gasto de combustível. Portanto, acelere suavemente, freie mais cedo e procure permanecer na mesma faixa. Estas técnicas também prolongam a vida dos freios e pneus.

Desacelere – Correr desperdiça muito combustível. Dirigir a 90 km/h em vez de 100 km/h pode reduzir em torno de 10% o consumo do veículo. Procure também manter uma velocidade constante. Bombar o acelerador envia mais combustível para o motor e esvazia o tanque mais rápido. Sempre que possível, use o piloto automático na estrada.

Ponto morto – Os motores atuais não precisam de aquecimento. Ligue o carro e parta imediatamente, de forma suave. Ficar com o carro ligado em ponto morto aumenta as emissões e desperdiça combustível. Sempre que for seguro, desligue o motor se for ficar parado por mais de 30 segundos.

Remova o peso desnecessário – Menos carga no porta-malas e na cabine reduz o gasto de energia na aceleração. Tente rodar o mais leve possível, sem esquecer os itens básicos de segurança.

Reduza o arrasto aerodinâmico – Mesmo em carros com boa aerodinâmica, transportar bagagem ou bike no teto aumenta a resistência ao vento. Se você viaja muito ou planeja uma viagem longa, tente transportar itens extras dentro do veículo ou presos à parte traseira. Manter as janelas e o teto solar fechados também diminui a resistência do vento e o consumo de combustível.

Ar-condicionado – O consumo de combustível aumenta até 15% quando se usa o ar-condicionado em baixas velocidades. Portanto, se não estiver muito quente, prefira a ventilação natural. Mas, acima de 90 km/h, é melhor fechar os vidros e usar o ar-condicionado, porque reduz a resistência ao vento e, com a rotação mais alta, o compressor opera de modo mais eficiente.

Planeje o trajeto – Antes de sair, faça uma lista dos seus compromissos e paradas. Criar um roteiro é bastante simples e pode poupar tempo no trânsito. Tente agrupar todas as tarefas numa única viagem, evitando vários trajetos de ida e volta e áreas de tráfego intenso. Com a lista pronta, use o sistema de navegação SYNC do seu Ford, ativado por voz, para encontrar a rota mais eficiente.

Calibre os pneus – Pneus com pressão inferior ao recomendado aumentam o consumo de combustível. Confira a pressão pelo menos a cada 15 dias, também por questão de segurança.

Mantenha o motor ajustado – O ajuste correto do motor pode representar uma economia média de 4% no consumo de combustível. O sensor de oxigênio merece atenção especial: se estiver com defeito, sua troca pode aumentar a quilometragem em até 40%.

Use o óleo do motor correto – Na lubrificação do motor, use o tipo de óleo recomendado no manual do proprietário. Usar óleo de outra especificação pode aumentar em até 2% o consumo de combustível.

Faça revisões periódicas – Os técnicos da Rede Ford são treinados para verificar também outros itens, como filtros de combustível e velas de ignição, o alinhamento de rodas e inspecionar os sistemas de escapamento e emissões. Juntos, esses cuidados de manutenção e direção podem aumentar em até 25% o rendimento do veículo.

Veja Também
Comentários
InfoImoveis
ShopCar